Bode na Sala
Animes Destaque Especiais Netflix

Dica de Quinta | Cinco animes Shoujo para curtir na Netflix

Dica de Quinta | Cinco animes Shoujo para curtir na Netflix

Quem é ligado em animes, já sabe se orientar por seus nichos e encontrar o que procura com mais facilidade, mas para quem não está por dentro do mundo otaku, o que é um anime Shoujo? Essa denominação é relacionada a animações orientais que focam em enredos propostos geralmente para o público feminino jovem, apresentando protagonistas que são “garotas pequenas”, tradução literal da palavra shoujo, por isso as personagens quase sempre estão em idade escolar. Muitos roteiros desses desenhos focam em tramas que envolvem relacionamentos ou ficção científica, entretanto, shoujo é um gênero de anime bastante singelo e leve de assistir. Nesta Dica de Quinta, o Bode na Sala selecionou cinco títulos para você curtir pela Netflix!

Confira abaixo:


  • Madoka Mágica (2011)

Madoka é um anime considerado do gênero composto Mahou Shoujo, ou seja, um desenho sobre garotas mágicas, o que levanta bastante semelhança visual com precursores desse estilo, como Sailor Moon e Rayearth. Assim como eles, Madoka Mágica apresenta a história de uma garota em fase estudantil, que acaba se envolvendo com poderes que não sabia serem existentes em seu mundo até então. Como diferencial, esse anime é considerado uma desconstrução do Mahou Shoujo, porque o foco dos objetivos da protagonista são muito mais profundos do que simplesmente derrotar vilões e salvar reinos, a carga emocional e reflexiva da personagem quebra um pouco com os paradigmas habituais de uma garota mágica.


  • Lost Song (2018)

Além de Shoujo, Lost Song é também um anime musical de fantasia, e acompanha a trajetória de Rin, uma menina do interior que decide se mudar para a cidade grande, em busca de realizar seu sonho de cantar, pois com sua música consegue realizar fenômenos incomuns como controlar o vento e curar outras pessoas. Ao chegar na capital, conhece Finis, uma bela jovem que tem a capacidade de cantar músicas que também despertam grande poder, e por isso foi capturada pelo reino e obrigada a trabalhar como uma espécie de arma de guerra. Apesar desse cenário, o principal motivo da animação é o desenvolvimento dos sentimentos das personagens sob um clima de melancolia.


  • Diabolik Lovers (2013)

Diabolik Lovers é um anime Shoujo de harém, ou seja, em que um personagem central é cobiçado romanticamente por um número relativamente grande de pessoas do seu sexo oposto. Esse gênero costuma ser mais recorrente com um protagonista masculino rodeado por garotas, mas, no caso de Diabolik Lovers, esse estereótipo é invertido, apresentando a heroína Yui como principal. A trama gira em torno da mudança da moça para uma mansão misteriosa, a mandato de seu pai, que viajou para o exterior a trabalho. Ao adentrar a sua nova casa, Yui descobre que seis irmãos vampiros já estavam morando no local, o que desencadeia uma disputa entre eles para chamar sua atenção.


  • Little Witch Academy (2017)

As personagens de Little Witch Academy são ligeiramente mais novas que as presentes nos animes já citados, por conta disso, o desenho passa muito mais uma ideia de inocência e valorização da amizade, do que busca por relacionamentos e interesses românticos. A animação acompanha a jornada da jovem Akko, após se matricular na Luna Magical Academy, em busca de se tornar uma bruxa. No entanto, o caminho a percorrer já não começa tão fácil para ela, pois é discriminada por ter nascido humana, sem poderes mágicos (bem Hermione ela, não acha?). 


  • Glitter Force (2012)

Assim como Madoka Mágica, Glitter Force também faz parte do gênero Mahou Shoujo, porém, tem um teor bem menos reflexivo e consegue ser visualmente ainda mais parecido com Sailor Moon, inclusive com um enredo estranhamente semelhante ao anime dos anos 90. A história se passa no momento em que acontece um ataque ao Reino de Marchenland, onde vivem personagens de contos de fadas, a Rainha consegue conter o líder do mal, e envia uma emissária para acordar as Pretty Cures, guerreiras lendárias que protegerão seu reino e o planeta Terra.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Designer de moda e redatora gaúcha, vivendo em São Paulo. Interessada por arte e cultura pop em suas mais diversas áreas. Por ser uma romancista entusiasta, curte assistir adaptações literárias para o cinema, e pela ligação acadêmica com figurino, longas de época ocupam o topo da sua lista de filmes favoritos. Além disso, possui o super poder inútil (?) de guardar com facilidade nomes de artistas e apontar suas participações em produções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close