Bode na Sala
Filmes Netflix

Dica de Quinta | Cinco adaptações de musicais da Broadway para assistir e cantar na Netflix

Dica de Quinta | Cinco adaptações de musicais da Broadway para assistir e cantar na Netflix

Aproveitando o burburinho sobre a adaptação do espetáculo Cats! para o cinema, que tal já dar partida no esquenta enquanto o filme ainda não é lançado?

Longas musicais são o que não falta na Netflix, mas você sabe quais deles foram inspirados em peças da Broadway, assim como os famosos felinos que estão por vir? Pode começar a preparar o brigadeiro e a pipoca, que o Bode na Sala lista aqui os cinco títulos disponíveis no stream.

Confira:


  • Caminhos da Floresta (2014)

Quando anunciado que a Disney estaria à frente da adaptação de Caminhos da Floresta, alguns fãs do musical ficaram receosos de que o estúdio mudasse muito as diretrizes do filme para vendê-lo como conteúdo infantil, porque, apesar de se tratar de personagens de contos de fadas reinventados, a peça possui temas como traições e mortes trágicas. No entanto, a Disney não decepcionou, e manteve o roteiro original, além de convidar um elenco de primeira classe para atuar na produção, nomes como Meryl Streep (no papel da Bruxa), Johnny Depp (como o lobo de Chapeuzinho Vermelho), Anna Kendrick (interpretando Cinderela) e Chris Pine (desempenhando o papel de Príncipe Encantado) compõem a atração.


  • Hairspray: Em Busca da Fama (2007)

Nos embalos do rhythm and blues e do rock sessentista, Hairspray conta a divertida história de Tracy (Nikki Blonsky), uma adolescente que não se encaixava nos padrões estéticos da galera popular de sua escola, mas chama a atenção em um programa de televisão ao dançar e resolve se inscrever no concurso de miss promovido pelo canal. Além da atitude de desafiar arquétipos de beleza, tanto o musical, como o filme, também abordam a segregação racial que acontecia naquela década, incentivando a integração entre as raças em um contexto paralelo ao tema principal. Por fim, vale destacar a performance surpreendente de John Travolta como a mãe da protagonista, algo que ninguém esperava ver na filmografia do ator!


  • Mamma Mia! (2008)

Mais um título com que traz a renomada Meryl Streep no elenco, o filme Mamma Mia! de 2008 fez tanto sucesso, que dez anos depois teve uma sequência para o cinema. A trama se passa nas ilhas gregas e acompanha a busca de Sophie (Amanda Seyfried) por desvendar sua paternidade, que é escondida até então por sua mãe, Donna (Streep). Com esse intuito, a jovem convida para seu casamento os três amores do passado de sua progenitora, na tentativa de descobrir quem é seu verdadeiro pai. O título do filme, todas as músicas da trilha sonora e, inclusive, nomes de personagens, possuem como base canções do grupo sueco ABBA, que, por algum motivo, combinam super bem com o cenário litorâneo do longa.


  • Annie (2014)

O musical Annie é um dos mais famosos da Broadway até hoje e foi inspirado em uma história em quadrinhos sobre a trajetória de uma órfã que sai em busca de seus pais biológicos, com a ajuda de um benfeitor rico que a resgata do rígido orfanato onde morava. Na versão de 2014, Annie e seu amigo/responsável William Stacks são interpretados por Quvenzhané Wallis e Jamie Foxx, consequentemente, o filme inova em alterar a etnia dos personagens pela primeira vez, incorporando protagonismo negro no reboot. Outras atualizações foram adicionadas ao roteiro em prol de deixar a temática mais contemporânea, como o envolvimento de Will Stacks na política sendo o motivo profissional de sua fortuna (no musical original, o personagem referente a ele é apenas um ricaço aposentado).


  • Miss Saigon (2016)

O filme traz um musical trágico sobre o amor repentino entre a jovem vietnamita Kim (Eva Noblezada) e o soldado americano Chris Scott (Alistair Brammer) em meio à guerra que assolava a cidade de Saigon. No caso desse título, o formato do longa é diferente dos demais, pois sua filmagem é um registro da apresentação feita em comemoração aos 25 anos da peça de teatro, ou seja, é o próprio espetáculo da Broadway na telinha, o que obviamente não reduz a grandiosidade da obra, pois sua captação é impecável, com atuações fortes e cenas exuberantes, afinal, não é de qualquer produção musical que estamos falando aqui, e sim uma das mais aclamadas no gênero.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Designer de moda e redatora gaúcha, vivendo em São Paulo. Interessada por arte e cultura pop em suas mais diversas áreas. Por ser uma romancista entusiasta, curte assistir adaptações literárias para o cinema, e pela ligação acadêmica com figurino, longas de época ocupam o topo da sua lista de filmes favoritos. Além disso, possui o super poder inútil (?) de guardar com facilidade nomes de artistas e apontar suas participações em produções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close