Bode na Sala
Destaque Especiais Filmes Netflix

Dica de Quinta | Cinco ótimos filmes na Netflix que completam 20 anos em 2019

Dica de Quinta | Cinco ótimos filmes na Netflix que completam 20 anos em 2019

1999 foi um ano mágico para os cinemas. O último movimento de translação do século 20 trouxe vários filmes que ganharam o coração dos cinéfilos, como Matrix, Clube da Luta e A Bruxa de Blair. E, por incrível que pareça para alguns, essas produções completam 20 primaveras em 2019!

Nesta semana, indicaremos cinco filmes de 1999 que você pode assistir diretamente no Netflix. É filme pra todo gosto: terror, drama, suspense, animação, comédia… Prepare sua pipoca e curta a nossa Dica de Quinta!


  • O Sexto Sentido

Na estreia do controverso diretor M. Night Shyamalan nas telonas, o psicólogo Malcom Crowe (Bruce Willis) tenta superar um trauma pessoal enquanto ajuda o menino Cole (Haley Joel Osment) a lidar com perturbadoras visões. Em um dos mais famosos plot twists da história do cinema contemporâneo, Shyamalan entrega aquela que é a produção mais celebrada de toda sua carreira. Com atuações brilhantes não somente de Willis e Osment, mas também de Toni Colette (que dá vida a mãe de Cole, Lynn), O Sexto Sentido é um grande exemplo de como o gênero suspense pode ser palco para tramas inteligentes, sensíveis e emocionantes.


  • À Espera de um Milagre

O filme que fez todos chorarem pelo amável gigante Michael Clarke Duncan é um verdadeiro clássico da virada do milênio. Dirigido por  Frank Darabont, À Espera… adapta um romance episódico de Stephen King, e acompanha a história de Paul Edgecomb (Tom Hanks), um agente penitenciário que vigia um melancólico corredor da morte nos EUA dos anos 1930. Porém, um dos presos acaba se destacando dos demais, por sua inexplicável sensibilidade e ternura: John Coffey (Dunkan). Enquanto se compadece do sofrimento de Coffey, Edgecomb descobre os incríveis dons sobrenaturais do sujeito, e se depara com um grande dilema quando se convence de sua inocência. Um drama de cortar o coração, À Espera… encantou o mundo inteiro com sua melancólica, mas inspiradora mensagem de compaixão e respeito à vida humana.


  • A Múmia

Neste inventivo remake do clássico da Universal, o cineasta Stephen Sommers entrega uma  empolgante e divertidíssima aventura. Protagonizada por um Brendan Fraser no auge de sua forma, A Múmia conta a história de Rick O’Connel (Fraser), um ex-soldado que auxilia a bibliotecária Evelyn Carnahan (Rachel Weisz) e sua equipe a encontrarem a famosa tumba de Imhotep (Arnold Vosloo), traidor do faraó Seti I que foi condenado a uma terrível maldição. Acidentalmente, a equipe ressuscita o sacerdote, que retorna cheio de poderes e uma inesgotável sede de vingança. Substituindo o horror do original por uma pegada aventuresca e descompromissada (mas sem esquecer dos sustos), A Múmia é um legítimo representante do cinema pipoca-e-refrigerante, honesto em sua proposta e recompensador em seu resultado.


  • 10 Coisas que Eu Odeio em Você

Esse é para as almas apaixonadas que querem aproveitar a noite para curtir uma comédia romântica agarradinhos no sofá. 10 Coisas… é uma adaptação de uma peça de Shakespeare, reimaginada para o ambiente das High Schools norte-americanas. A trama acompanha Kat Stratford (Julia Stiles), uma garota antipática e nada aberta a relacionamentos amorosos, que se obriga a sair com o marrento Patrick Verona (HeathLedger) para ajudar sua caçula, Bianca (Larisa Oleynik), que só pode sair se sua irmã mais velha for junto. O primeiro sucesso na carreira dos astros Heth Ledger (que faleceu tragicamente em 2008) e Joseph Gordon-Levitt é um filme tolo, mas singelo – e que possui uma verdadeira legião de fãs até hoje.


  • Toy Story 2

A sequência do primeiro sucesso da Pixar não ficou devendo em nada ao seu antecessor. Toy Story 2 se passa quatro anos após o primeiro, e traz um Woody (Tom Hanks) em apuros após ser sequestrado por um colecionador de bonecos raros. Quando Buzz (Tim Allen) e o restante da trupe de brinquedos de Andy parte em busca do cowboy, uma verdadeira odisseia começa, revelando segredos nunca antes imaginados de nossa dupla de bonecos favorita. Cirúrgico na inserção de novos personagens (a cowgirl casca-grossa Jesse e o fofíssimo cavalo Bala no Alvo) e nos sempre tocantes dramas de seus protagonistas, Toy Story 2 manteve vivo o carinho do público pelos maiores brinquedos do prolífico braço criativo da Disney.


  • Três Reis

Um dos primeiros filmes do polêmico David O. Russel (O Vencedor, O Lado Bom da Vida), Três Reis reúne um elenco estrelado para fazer uma sátira com as intermináveis guerras dos EUA no Oriente Médio – que 20 anos atrás, já não faziam mais qualquer sentido. Os soldados Archie Gates (George Clooney), Troy Barlow (Mark Wahlberg) e Elgin (Ice Cube),  no apagar das luzes da Guerra do Golfo Pérsico, decidem embarcar numa jornada em busca de um tesouro escondido no Iraque, garantindo, assim, sua independência financeira. O texto ácido e verborrágico de Russel é preciso em sua crítica de costumes, apontando as absurdas contradições da guerra de maneira inovadora e assustadoramente engraçada. Recomendadíssimo.


Essa foi a nossa Dica de Quinta! Para acompanhar nossos conteúdos especiais, siga nossa página no Facebook. Até a próxima!

The following two tabs change content below.
Jornalista em formação, ex-membro do finado e saudoso Terra Zero e leitor de histórias em quadrinhos. Fã de ficção científica e terror, divide seu tempo livre entre o cuidado com suas dezenas de gatos e a paixão pela cultura pop. Sonha com o dia em que perceberão que arte é sim, uma forma de discutir política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close