Bode na Sala
Destaque Especiais Filmes Netflix

Cinco filmes na Netflix para matar a saudade de Stranger Things

Cinco filmes na Netflix para matar a saudade de Stranger Things

Oito episódios de Stranger Things foram o suficiente para garantir uma excelente temporada, mas, por sua vez, eles foram assistidos muito rapidamente, fazendo os fãs se tornarem órfãos num período muito curto de tempo. É impossível não maratonar. Para tentar diminuir a saudade, o Bode na Sala separou cinco filmes disponíveis na Netflix. Confira a lista com clássicos de ação, aventura e ficção científica da década de 80 (e um jovem clássico):

 

  • E.T.: O Extraterrestre (1982)

Não é novidade para ninguém que Steven Spielberg era a verdadeira máquina de fazer clássico nos anos 80. Seus filmes tiveram um impacto enorme quando originalmente lançados no cinema e até hoje não perdem a magia, encantando novas gerações. O filme acompanha o jovem Elliot (Henry Thomas) e a curiosa amizade do garoto com um alienígena que esconde em seu quarto. O longa é um dos filmes que mais influenciou Stranger Things desde a sua primeira temporada. Tanto na forma em que Mike esconde Eleven no seu quarto, igual Elliot fazia com o E.T., e como quando as crianças estão fugindo de bicicleta dos homens que pretendem capturar a telepata e Eleven faz a van sair voando ao invés de fazer as bicicletas voarem.

 

  • Os Caça-Fantasmas (1984)

A comédia com toques de terror dirigida por Ivan Reitman é uma das ficções científicas mais influentes da década. Bill Murray, Harold Ramis, Dan Aykroyd e Ernie Hudson interpretam quatro parceiros que veem oportunidade de lucro no negócio de aprisionar os fantasmas que importunam os cidadães de Nova York. Com efeitos excelentes para a época e uma música tema inesquecível, Os Caça-Fantasmas estiveram presentes na segunda temporada de Stranger Things quando Will, Mike, Dustin e Lucas se fantasiaram como os personagens do filme no Halloween.

 

  • De Volta Para o Futuro (1985)

De Volta para o Futuro, 1985

Hooverboard, tênis da Nike que se amarram sozinhos, pizza instantânea… são diversas as criações da franquia De Volta Para o Futuro que faziam a gente pensar num 2015 fantástico, mas o ano chegou e nenhuma dessas invenções se tornou real. As boas notícias são que os três filmes continuam excelentes e que, até o momento, ninguém inventou de fazer um remake ou continuação desnecessária. A bordo do DeLorean, Dr. Emmet Brown (Christopher Lloyd) e Marty McFly (Michael J. Fox) viajam para o passado e para o futuro tentando sempre prevenir os McFly da época de cometer algum erro que possa impedir que o presente ou o futuro aconteça. Grande Scott! A referência é tão grande que os personagens de Stranger Things até viram o filme no cinema!

 

  • A Princesa Prometida (1987)

O romance de Buttercup (Robin Wright) e Wes (Cary Elwes) é interrompido quando ele sai para encontrar uma fortuna para poder casar-se com ela, mas acaba desaparecendo. Anos depois, Buttercup, relutantemente, aceita se casar com o vilânico Princípe Humperdinck (Chris Saradon) e, ao saber disso, Wes retorna para reconquistar a sua amada. Para isso, ele conta com a ajuda de um gigante amigável chamado Fezznik (André the Giant) e de Inigo Montoya (Mandy Patkin), um habilidoso espadachim que busca vingança contra o homem que assassinou o seu pai, personagem que inspirou a criação de Oberyn Martell, de Game of Thrones. Repleto de romance, amizade, ação e duelos de espada épicos, A Princesa Prometida é um clássico da fantasia. Cary Elwes esteve presente na última temporada de Stranger Things como o corrupto e escorregadio prefeito Larry Kline.

 

  • O Labirinto do Fauno (2006)

Dirigido por Guillermo Del Toro, Ofelia (Ivana Baquero), uma menina de 10 anos, que se muda com sua mãe, Carmen (Ariadna Gil), para a região das montanhas ao norte de Navarra, na Espanha, durante 1944. Naquele ano, a Guerra Civil já havia terminado, mas um grupo de rebeldes ainda segue em batalha. Naquele lugar, Ofelia espera pelo seu novo padrasto, um oficial fascista que luta para exterminar os guerrilheiros da localidade. Solitária, a menina logo descobre a amizade de Mercedes (Maribel Verdú), jovem cozinheira da casa, que serve de contato secreto dos rebeldes. Tudo muda quando, em um de seus passeios pelo jardim da imensa mansão em que moram, Ofelia descobre um labirinto que faz com que todo um mundo de fantasias se abra, trazendo consequências para todos. Del Toro transforma aquela história em um suspense gótico e incrivelmente bem trabalhado, impressionando com suas criaturas fantásticas. Uma deslumbrante obra.

 

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Estudante de jornalismo, tem 20 anos e é assistidor de séries semi profissional. Fissurado em cinema desde sempre, nunca trabalhou na área e pretende mudar isso algum dia. Fã do Studio Ghibli e de musicais, é fissurado no cinema sul-coreano e nas suas formas de vingança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close