Bode na Sala
Artigos Destaque Filmes

Em 2020, pelo menos quatro filmes de super-heróis serão dirigidos por mulheres

Em 2020, pelo menos quatro filmes de super-heróis serão dirigidos por mulheres

As mulheres dirigem filmes praticamente desde que o cinema existe, mas historicamente, o mercado cinematográfico foi dominado por homens. Nos últimos anos, surgiu uma grande discussão sobre a representatividade feminina por trás das câmeras, e percebeu-se que a participação feminina em filmes blockbusters era mínima, mas em 2017 isso mudou.

Mulher-Maravilha se tornou em 2017 o primeiro filme dirigido por uma mulher, no caso Patty Jenkins, a ter mais de US$ 100 milhões de orçamento, e o resultado foi extremamente positivo. Com um custo de US$ 149 milhões e uma bilheteria de US$ 821 milhões mundialmente, o filme de Patty Jenkins provou que mulheres podem comandar grandes projetos dos grandes estúdios, um medo bobo que apavorou os executivos por décadas. Com isso, uma penca de grandes filmes com mulheres na direção foi aprovada em Hollywood e alguns deles chegam ano que vem. E dos 8 filmes de super-heróis agendados para 2020, 4 deles são dirigidos por mulheres, e há ainda um 5º que também pode estar vindo aí.


  • Aves de Rapina – Estreia em 06 de fevereiro

Depois que Esquadrão Suicida rendeu rios de dinheiro para a Warner Bros. em 2016, contrariando toda a má recepção da crítica, o estúdio correu para aprovar mais algum filme com a Arlequina sendo protagonista. A personagem vivida por Margot Robbie foi uma das poucas coisas boas daquele filme, e agora ela vai estrelar Aves de Rapina (E a Fantabulosa Emancipação da Tal Arlequina). Sim, é esse o título! A anti-vilã vai cruzar com o grupo de justiceiras conhecido como Aves de Rapina, formado por Canário Negro (Jurnee Smollett-Bell), Caçadora (Mary Elizabeth Winstead), Cassandra Cain (Ella Jay Basco) e Reneé Montoya (Rosie Perez). Com um elenco majoritariamente feminino, a direção do filme ficará por conta de Cathy Yan, conhecida pela comédia sombria Dead Pigs, que foi premiado no Festival de Sundance, e contará com a própria Robbie como uma das produtoras. Embora Aves de Rapina venha a ter um orçamento menor que o usual dos filmes da DC, o longa não deixa de ser um destaque, principalmente por ter uma das personagens mais famosas atualmente na cultura pop.


  • Mulher-Maravilha 1984 – Estreia em 04 de junho

Como dito anteriormente, Mulher-Maravilha foi um sucesso, e era mais que óbvio que a Warner aprovasse uma sequência. Gal Gadot retorna na pele da heroína de Themyscira, e Patty Jenkins retorna para a direção. Ainda não se sabe tantos detalhes da trama, mas sabe-se que o filme se passará em 1984, como o título dá a entender. Isso é quase 70 anos depois do primeiro, e Steve Trevor (Chris Pine) está vivo. Como isso aconteceu? Ninguém sabe. Mas já estão confirmadas as participações de Kristen Wiig como a vilã Mulher-Leopardo e Pedro Pascal em um personagem secreto – acredita-se que ele seja o vilão e empresário Maxwell Lord. Era para o filme chegar aos cinemas em novembro deste ano, mas acabou sendo adiado para o ano que vem. Ninguém sabe o porquê de a Warner ter feito o adiamento, visto que o filme já terminou de ser gravado, mas podemos esperar algo de qualidade. Empolgados? Porque a gente está!


  • Viúva Negra – Data de estreia ainda não confirmada

Depois de quase 1 década com os fãs pedindo um filme da Viúva Negra, a Marvel decidiu atendê-los. Não se sabe muito bem em que época o longa vai se passar, ainda mais se considerar o que houve com a personagem em Vingadores: Ultimato, mas rumores dizem que o filme vai acontecer depois dos eventos de Capitão América: Guerra Civil com flashbacks para mostrar sua origem, algo que foi pincelado em alguns poucos minutos de Vingadores: Era de Ultron. Scarlett Johansson obviamente está de volta, e o longa será dirigido pela cineasta australiana Cate Shortland, mais conhecida pelo suspense A Síndrome de Berlim. Ainda não há uma data de estreia confirmada, mas as filmagens já começaram e possivelmente o filme vai estrear na data reservada para a Marvel em maio do ano que vem.


  • Os Eternos – Data de estreia ainda não confirmada

O lado cósmico da Marvel será mais explorado do que nunca com Os Eternos. O pouco conhecido grupo de heróis com milênios de idade da Marvel vai chegar aos cinemas pelas mãos da cineasta chinesa Chloé Zhao, conhecida pelo drama The Rider. Angelina Jolie, Richard Madden e Kumail Nanjiani já estão confirmados no longa, que também não possui uma data de estreia definida, mas deve ficar com o dia reservado para novembro pela Marvel. Os Eternos são uma raça antiga de seres imortais, e nos quadrinhos possuem uma ligação com Thanos. Estamos muito empolgados para ver isso!


  • Bônus 1: Novos Deuses – Data de estreia ainda não confirmada

Ava DuVernay, a premiada diretora conhecida pelo filme Selma, foi contratado no ano passado pela Warner para comandar um filme dos Novos Deuses, um super-grupo da DC que possui algumas semelhanças com Os Eternos da Marvel. Até mesmo o criador é o mesmo, o icônico Jack Kirby. Não fazemos ideia de quando esse filme pode chegar aos cinemas, mas recentemente Tom King foi contratado para a equipe de roteiristas do longa. Ele é conhecido por ter escrito diversas HQ’s do Batman e com certeza é muito bem-vindo para o filme. Mesmo que Novos Deuses não chegue em 2020, é incrível ver uma cineasta talentosa e negra dirigindo uma produção desse porte. Só esperamos que ela tenha mais sorte do que teve com o trágico Uma Dobra no Tempo


  • Bônus 2: O Falcão e o Soldado Invernal (minissérie) – Estreia em agosto de 2020

A minissérie exclusiva do Disney+ protagonizada por Anthony Mackie e Sebastian Stan contratou recentemente a diretora Kari Skogland para comandar todos os 6 episódios do programa. Skogland é veterana dos seriados, tendo dirigido episódios de The Handmaid’s Tale, Vikings e O Justiceiro, e é incrível saber que ela vai dirigir toda a minissérie. Não se sabe detalhes da trama, mas rumores dizem que a história vai seguir os acontecimentos finais de Vingadores: Ultimato. Já estamos no aguardo.


São vários grandes projetos para as mulheres do audiovisual em 2020. Esses citados são apenas de super-heróis. Vale lembrar que Niki Caro está dirigindo o remake live-action de Mulan, que estreia em março e conta com um gigantesco orçamento de pelo menos US$ 300 milhões. É um dos filmes mais caros da história. Resumindo e concluindo, as mulheres estão dominando o mundo e no cinema já é evidente, e isso é demais!


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close