Bode na Sala
Destaque Especiais Filmes Netflix Sem categoria

Dica de Quinta | Cinco ótimos filmes nacionais no catálogo da Netflix

Dica de Quinta | Cinco ótimos filmes nacionais no catálogo da Netflix

Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas nos últimos anos, o cinema brasileiro segue forte e, em 2019, conta com um grande número de filmes em destaque nos principais festivais de cinema do mundo, como Cannes e Sundance.  Inclusive, o nosso querido João Vitor Hudson publicou recentemente no site um belo artigo dedicado aos filmes que representam o país no Festival de Cannes, como vocês podem ver clicando aqui. Inspirado nisso, a Dica de Quinta hoje traz uma lista de filmes nacionais, do catálogo da Netflix, que mostra como nosso cinema é diversificado e de muita qualidade. Tem para todos os gostos: roadmovie, musical, experimental, documentário.. É só escolher e apreciar!


  • Cinemas, Aspirinas e Urubus (2005)

No ano de 1942, o alemão Johann vem para o Brasil para fugir dos horrores da segunda guerra mundial. No nordeste brasileiro, sobrevive vendendo aspirinas para a população em seu caminhão, através de pequenos vilarejos. Em sua jornada pelas áridas estradas do nordeste, Johann dá carona para o mochileiro Ranulpho, que pretendia ir para o Rio de Janeiro. Aos poucos, eles criam uma forte amizade. No entanto, uma mudança nos rumos da guerra vai exigir que Johann tome uma importante decisão.


  • Elon Não Acredita na Morte (2016)

Certamente o filme mais sombrio dessa lista. Na trama, a esposa de Elon desaparece sem deixar pistas, e ele enfrenta a escuridão, a insônia e a luta para manter a sanidade, em uma busca obsessiva pelo paradeiro dela. Com uma atmosfera opressiva e por vezes claustrofóbica, o filme chega a provocar um certo grau de desconforto no espectador. O suspense se desenrola de forma cada vez mais angustiante, muito auxiliado pela ótima atuação de Rômulo Braga.


  • Mais Forte que o Mundo: A História de José Aldo (2016)

A cinebiografia de José Aldo, um dos grandes nomes brasileiros na história do MMA. Sendo um exemplo de superação, tanto em relação às adversidades que encontrou na vida quanto aos traumas do seu passado, o filme não é destinado apenas aos fãs de lutas, que sequer são o ponto de maior destaque. Dirigido por Afonso Poyart, do ótimo Dois Coelhos, Mais Forte que o Mundo conta com a estética e o ritmo característicos do diretor, o que é um atrativo a mais na emocionante história do lutador.


  • Ana e Vitória (2018)

É algo como uma “cinebiografia de ficção” da dupla Anavitória. Isso porque, apesar da narrativa ser composta por situações fictícias, quase todos os personagens são baseados em pessoas reais, e são contados alguns momentos que realmente aconteceram no início da carreira das cantoras. Sendo assim, o filme mistura realidade e fantasia, embalado pelas lindas canções das talentosas meninas de Araguaína.


  • Histórias que Nosso Cinema (não) Contava (2018)

O único documentário da lista, ele realiza uma releitura histórica da ditadura militar no Brasil, inteiramente montado por imagens retiradas de filmes produzidos no país, principalmente nos anos 70, que eram conhecidos como “pornochanchadas”. Dessa maneira, são abordados de forma surpreendente e criativa alguns temas importantes, como a violência do Estado, a luta armada e o “milagre econômico”.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

André Bozzetti

André Bozzetti é professor. Formado em educação física e cinéfilo desde que se entende por gente, começou a estudar a sétima arte por conta própria e criou o projeto Clube das 5 de cinema escolar, do qual é coordenador atualmente, no município de Alvorada. Tem uma queda forte pelo cinema europeu mas não dispensa um bom blockbuster. Sente saudades dos filmes de Vincent Price nas sessões do Corujão.

Latest posts by André Bozzetti (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close