Bode na Sala
Destaque Especiais Filmes

Especial | Filmes similares que saíram quase ao mesmo tempo

Especial | Filmes similares que saíram quase ao mesmo tempo

Muitos filmes similares estream tão juntos que eles praticamente se enfrentam na bilheteria. Filmes que dividem a mesma ideia e, por acidente — ou não —, saem ao mesmo tempo dividindo a audiência. Nesta lista, separamos os 10 casos mais lembrados de que essa coincidência (ou plágio) aconteceu. Vale lembrar que são apenas listados quando os dois filmes estream no mesmo ano, então situações como as de Madagascar e Selvagem ou Jobs e Steve Jobs não entraram na lista.

Confira:

  • Volcano: A Fúria e Inferno de Dante (1997)

Os dois filmes sobre um vulcão que ameaça entrar em erupção saíram com dois meses de diferença. O primeiro, O Inferno de Dante, trazia Pierce Brosnan e Linda Hamilton investigam atividade sísmica do vulcão Dante que, se entrar em erupção, ameaça acabar com a cidade que se formou ao redor dele. O segundo, Volcano: A Fúria, acompanha um vulcão em formação que pode destruir Los Angeles. Ambos foram fracasso de bilheteria, arrecadaram US$ 178,1 milhões e US$ 122,8 milhões, respectivamente — o que pode não parecer um fracasso em 1997, mas é desapontante quando se leva em consideração os US$ 100 milhões investidos em cada um deles. Ambos tiveram péssima aprovação da crítica e do público, O Inferno de Dante com 22% no Rotten Tomatoes e nota 5,9 no IMDb; Volcano: A Fúria com 50% no RT e 5,5 no IMDb.


  • FormiguinhaZ e Vida de Inseto (1998)

Os dois filmes sobre formigas estrearam com um mísero mês de diferença e foram alvo de treta entre a Pixar e a DreamWorks. John Lasseter e Steve Jobs, ambos da Pixar, descobriram a produção de FormiguinhaZ e consideraram o filme um plágio de seu longa na época chamado Insetos. Andrew Stanton e Lasseter haviam apresentando a ideia de Vida de Inseto para Jeffrey Katzenberg, co-presidente da DreamWorks Animation, em 1995, após o sucesso do primeiro filme da Pixar, Toy Story. Katzenberg, em sua defesa, disse que tinha ouvido a ideia de FormiguinhaZ em 1991, mas ninguém acreditou nele. Os dois foram grandes sucessos de crítica e público, mas a Pixar teve o maior sucesso comercial. Vida de Inseto arrecadou impressionantes US$ 363.3 milhões, com aprovação de 92% no RT e 7,2 no IMDb. FormiguinhaZ, apesar de ter ficado bem atrás com um faturamento de US$ 171.8 milhões, conseguiu 93% no RT e 6,6 no IMDb.


  • Armageddon e Impacto Profundo (1998)

1998 foi palco de outra disputa de dois longas similares. Os filmes de desastre saíram com apenas dois meses de diferença no verão americano. Armageddon trazia um asteroide em rota de colisão com a Terra e Impacto Profundo trazia um cometa em rota de colisão com a Terra. Ambos foram sucessos de bilheteria e trouxeram reações similares da crítica e do público. Armageddon alcançou massivos US$ 553.7  milhões e o seu rival US$ 349,5 milhões. O filme de Michael Bay ficou com nota agregada de 39% no RT e 6,7 no IMDb, Impacto Profundo não fez muito diferente com 44% e 6,2. No entanto, Impacto Profundo foi aclamado como mais preciso científicamente por astrônomos. 


  • O Ilusionista e O Grande Truque (2006)

Ambos os filmes seguiam o mundo do ilusionismo no final do século XIX. Enquanto o filme de Christopher Nolan mostrava a rivalidade de Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale) nos palcos, O Ilusionista apresentava Eisenheim (Edward Norton) se reconectando com o seu amor de infância. A disputa entre os ilusionistas no filme pode ter sido tóxica para ambos, mas as duas produções foram aclamadas. O Grande Truque teve a maior aprovação de crítica e público com US$ 109,7 milhões arrecadados, 76% no RT e 8,6 no IMDb. O Ilusionista fica um pouco atrás, com US$ 87,8 milhões em bilheteria, 73% no RT e 7,6 no IMDb.


  • Sexo sem Compromisso e Amizade Colorida (2011)

Em 2010, Natalie Portman e Mila Kunis estrelaram Cisne Negro e, no ano seguinte, fizeram um filme com a mesma premissa. Em Sexo Sem Compromisso, Portman começa uma relação apenas de sexo com Ashton Kutcher, mas ambos não conseguem esconder os sentimentos que florescem um pelo outro. Em Amizade Colorida, Kunis começa uma relação de apenas sexo com Justin Timberlake, mas ambos não conseguem esconder os sentimentos que florescem um pelo outro.  Os dois filmes arrecadaram US$ 150 milhões em bilheteria, mas Amizade Colorida foi mais aclamado com 68% no RT e e 6,6 no IMDb. Sexo sem Compromisso fez feio com 49% de aprovação e 6,2 no IMDb.


  • Branca de Neve e o Caçador e Espelho, Espelho Meu (2012)

As duas produções sobre a clássica princesa podem ter estreado próxima uma da outra, mas suas abordagens são muito diferentes. Com Kristen Stewart como protagonista, Branca de Neve e o Caçador tinha um tom mais sombrio e elementos fantásticos mais presentes, Espelho, Espelho Meu, em contrapartida, apostou em um tom mais leve e infantil. Nas bilheterias, o filme protagonizado por Lily Collins conseguiu US$ 186 milhões e Branca de Neve e o Caçador US$ 396 milhões, garantindo uma sequência lançada em 2016. Ambos praticamente empataram no Rotten Tomatoes com 49% e 50% respectivamente, mas o público gostou mais de Branca de Neve e o Caçador, que tem nota 6,1 no IMDb ao contrário de Espelho, Espelho Meu, que tem a nota negativa de 5,5.


  • Batman vs. Superman: A Origem da Justiça e Capitão América: Guerra Civil (2016)

Provavelmente, o exemplo mais notável da lista em um ano que ficou conhecido por super-heróis se enfrentando ideologicamente nos cinemas (e nas séries de TV uma vez que o Demolidor também colidiu com o Justiceiro), Batman vs. Superman e Guerra Civil incendiou as discussões de Marvel vs. DC. De um lado, os Vingadores já estabelecidos e amados pelo público se dividiram por uma lei que os obrigariam a obedecer ao governo enquanto Superman e Batman discordavam dos métodos um do outro. Batman vs. Superman: A Origem da Justiça arrecadou US$ 873,6 milhões de dólares mundialmente, mas não recebeu aprovações tão positivas com uma média de 28% no Rotten Tomatoes e 6,5 do público no IMDb. Capitão América: Guerra Civil obteve mais sucesso, com US$ 1,15 bilhão em bilheteria, 91% no Rotten Tomatoes e 7,6 de nota no IMDb.


  • O Destino de uma Nação e Churchill (2017)

O famoso Primeiro Ministro da Inglaterra ganhou duas cinebiografias em 2017. A primeira, Churchill, trazia Brian Cox como protagonista e não se deu nada bem: arrecadou apenas US$ 5 milhões contra um orçamento de US$ 10 milhões, apenas 49% de aprovação no RT e 6,3 no IMDb. O Destino de uma Nação, com Gary Oldman no papel do protagonista, foi mais aclamado: US$ 150,9 milhões mundialmente, 84% de aprovação no RT, 7,4 de nota, seis indicações ao Oscar e duas vitórias. Vale notar que O Destino de uma Nação abordava os conflitos de Winston Churchill durante a Batalha de Dunquerque; no mesmo ano, Dunkirk foi lançado mostrando a Batalha pelo ponto de vista dos soldados.


  • Capitã Marvel e Shazam! (2019)

Estes dois dividem uma história interessante. Capitão Marvel foi criado pela Fawcett Comics em 1939, antes mesmo da Marvel Comics ter este nome (na época, ela era conhecida como Timely Comics), e foi proibido pela DC Comics de ser publicado em 1953 por ser muito similar ao Superman. A Marvel ganhou a marca registrada nos anos 1960 e o primeiro Capitão Marvel da editora, Mar-vell, foi criado em 1967 e foi o título de mais seis personagens, incluindo Carol Danvers, a Capitã Marvel do filme. Na mesma década, a DC resolver começar a usar o personagem, mas como o nome era propriedade da rival, o personagem voltou a ser publicado com o nome de Shazam. E em 2019, estes dois Capitães Marvel ganharam um filme solo om apenas um mês de diferença. Capitã Marvel atualmente tem US$ 1.01 bilhão arrecadado mundialmente, 78% de aprovação no Rotten Tomatoes e nota 7,2 no IMDb. Shazam! atualmente não tem resultados expressivos em bilheteria, mas sua aprovação no RT está em impressionantes 91% e 7,9 no IMDb.


  • Era Uma Vez em Hollywood e A Maldição de Sharon Tate (2019)

Sharon Tate foi brutalmente assassinada enquanto grávida em 1969 pelo culto de Charles Manson e neste ano dois filmes irão abordar o cruel acontecimento. Margot Robbie interpreta Sharon Tate no longa de Quentin Tarantino e Hilary Duff no outro. Atualmente, ambos não tem bilheteria definida, mas como A Maldição de Sharon Tate estreou no começo do mês, ele tem 16% no RT e 3,3 no IMDb, é virtualmente impossível Tarantino fazer pior do que isso.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Estudante de jornalismo, tem 20 anos e é assistidor de séries semi profissional. Fissurado em cinema desde sempre, nunca trabalhou na área e pretende mudar isso algum dia. Fã do Studio Ghibli e de musicais, é fissurado no cinema sul-coreano e nas suas formas de vingança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close