Bode na Sala
Destaque Filmes Notícias

Documentário sobre investigação de suposto abuso sexual de Michael Jackson é alvo de ameaças

Documentário sobre investigação de suposto abuso sexual de Michael Jackson é alvo de ameaças

Leaving Neverland, ou Deixando a Terra do Nunca em tradução livre, é um documentário de quatro horas que investiga as acusações de abuso sexual e pedofilia contra o cantor Michael Jackson. Alvo de controvérsias desde o seu anúncio, a estreia do documentário no Sundance Film Festival recebeu ameaças de protesto e o festival aumentou o policiamento.

“Nós aumentamos nossa equipe pelas preocupações do possível protesto”, disse o Capitão Phil Kirk, da Polícia de Park City ao Deadline, sobre a estreia no documentário no dia 25 de janeiro. Os oficiais dizem que a preocupação primária é de um incidente dentro da exibição do filme no Egyptian Theatre, com a presença de Wade Robson e James Safechuck, que acusam o cantor de abuso sexual, e do diretor Dan Reed. “As tensões estão mais altas do que qualquer coisa que eu tenha visto no festival antes”, diz uma fonte aplicadora da lei. “Ninguém será evitado de exercer seu direito constitucional, mas não vamos deixar a situação perder o controle”, completou.

O Sundance Film Festival se pronunciou para os seus patrocinadores como Amazon, Netflix e AT&T na semana passada: “Chegou a nossa atenção que alguns de vocês receberam mensagens ou posts em mídias sociais de fãs do Michael Jackson que gostariam de cancelar a exibição de Leaving Neverland. Nós não planejamos comentar ou engajar publicamente o discurso ao redor de Leaving Neverland e nós recomendamos que vocês façam o mesmo. Nós planejamos continuar com a exibição como planejado. Se vocês quiserem participar da conversar, nós damos boas-vindas a possibilidade de colaborar com as suas mensagens”.

Uma situação similar é esperada na exibição de Leaving Neverland em Salt Lake City, no dia 26 de janeiro. “Nós estamos cientes da possibilidade de protestos e é o nosso trabalho monitorar qualquer protesto que possa ocorrer e dar as pessoas a habilidade de deixar as duas vozes serem ouvidas livremente“, afirma o Sargento Brandon Shearer, da Polícia de Salt Lake City. As forças de polícia local estão planejando a possibilidade de usar a presença do esquadrão de bombas.

Dirigido por Dan Reed, o documentário foca nas história de Wade Robson e James Safechuck, que afirmam terem sido sexualmente abusados por Michael Jackson quando eles tinham 7 e 10 anos, respectivamente. Uma década atrás, Robson disse sobre juramento que Jackson nunca tinha agido impropriamente com ele, mas, em um processo sem sucesso de 2016, ele declarou que de fato Jackson era um predador sexual e que o assediou repetidamente por anos.

O documentário Leaving Neverland deve estrear na HBO americana entre março e maio deste ano.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Estudante de jornalismo, tem 20 anos e é assistidor de séries semi profissional. Fissurado em cinema desde sempre, nunca trabalhou na área e pretende mudar isso algum dia. Fã do Studio Ghibli e de musicais, é fissurado no cinema sul-coreano e nas suas formas de vingança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close