Bode na Sala
Destaque Especiais Filmes Netflix

Dica de Quinta | Cinco suspenses claustrofóbicos na Netflix

Dica de Quinta | Cinco suspenses claustrofóbicos na Netflix

Uma das vertentes mais tensas do suspense, é o thriller de isolamento. Personagens presos em situações horríveis usando toda a sua habilidade e inteligência para tentar escapar antes que o pior aconteça. Por conta disso, separamos cinco excelentes suspenses claustrofóbicos disponíveis na Netflix.

  • Paranóia (2007)

Preso em prisão domiciliar após agredir um professor, Kale (Shia LaBeouf) passa seus dias jogando videogames e espiando os seus vizinhos. O maior alvo de Kale é o suspeito Robert Turner (David Morse), cujo comportamento suspeito faz o adolescente acreditar que o vizinho é um serial killer e decidir fazer algo a respeito. Paranoia é uma homenagem a Janela Indiscreta e uma atualizada no seu conceito, o apresentando com humor sem perder a tensão.

 

  • O Quarto de Jack (2015)

Sequestrada enquanto adolescente, Joy Newsome (Brie Larson) passou sete anos presa num galpão por um homem que conhece apenas como Old Nick (Sean Bridgers).  No cativeiro, Joy acaba tendo Jack (Jacob Tremblay), que ela faz acreditar que só existem os dois naquele quarto no mundo e que todo o resto é invenção da TV. A jovem mãe decide então escapar para dar uma vida decente ao filho. O Quarto de Jack é um devastador drama com atuação excecionais de Brie Larson e do Jacob Tremblay, um dos melhores atores-mirim da atualidade.

 

  • Rua Cloverfield, 10 (2016)

Michelle (Mary Elizabeth Winstead) acorda depois de um acidente de carro acorrentada em um lugar desconhecido. Ela está mantida cativa por Howard (John Goodman), que diz que eles estão em um bunker e por causa da disseminação de um elemento químico que tornou tudo acima deles inabitável. Enquanto decide se acredita ou não na história, Michelle usa toda a sua engenhosidade para investigar o que realmente aconteceu acima e a verdade sobre o seu captor. Rua Cloverfield, 10 é o segundo e melhor capítulo do Cloververse contando com ótimas performances e mistérios mais presentes.

 

  • Sala Verde (2016)

Uma sórdida banda de punk rock decide fazer um show em um bar neonazista após uma turnê fracassada. Após a performance, os integrantes da banda acabam testemunhando um assassinato e se veem presos em um cômodo (a sala verde do título), com uma gangue de neonazistas, liderada por Patrick Stewart, do lado de fora tentando matá-los. Sala Verde é um thriller obscuro e agonizante com um gore memorável.

 

  • Jogo Perigoso (2017)

Resultado de imagem para jogo perigoso

Baseado em um livro de Stephen KingJogo Perigoso conta a história de um casal que não passa por um bom momento e resolvem se isolar em uma casa para apimentar a relação. Após o marido (Bruce Greenwood) infartar e morrer, Jessie (Carla Gugino) acaba algemada na cama, sem ter ninguém para ajudá-la, ela deve encontrar um jeito de sair dessa situação antes que seja tarde demais. Jogo Perigoso é um ótimo e tenso filme original Netflix, o que é raro.

 

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Estudante de jornalismo, tem 20 anos e é assistidor de séries semi profissional. Fissurado em cinema desde sempre, nunca trabalhou na área e pretende mudar isso algum dia. Fã do Studio Ghibli e de musicais, é fissurado no cinema sul-coreano e nas suas formas de vingança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close