Bode na Sala
Filmes Notícias Séries

Globoplay promete ter catálogo do tamanho da Netflix em 2019

Globoplay promete ter catálogo do tamanho da Netflix em 2019

Lançada em 2015 como uma mera reprodutora digital do conteúdo já produzido pela Rede Globo e afiliados, a Globoplay deu um passo ousado, investindo em conteúdo estrangeiro para competir com suas principais concorrentes no streaming (Netflix e Amazon Prime). A primeira série adquirida foi The Good Doctor, impulsionada pela exibição de seus dois primeiros episódios no horário do Tela Quente.

“É um canhão que tem uma capacidade gigante, é altamente compensador”, afirmou João Mesquita, diretor-geral da plataforma de streaming, em conversa com jornalistas.

“Nos quatro dias seguintes à exibição, o site teve oito vezes mais assinaturas. Sozinhos, estes dias tiveram um desempenho superior ao melhor mês de nossa história.”

A tática foi repetida em novembro com Ilha de Ferro, estrelada por Cauã Reymond e Sophie Charlotte. Apesar de não ter tido a mesma repercussão, foi o suficiente para manter a série dentre as mais vistas na atualidade e já garantir uma segunda temporada, atualmente em produção. Com um diferencial: não há garantia que Ilha de Ferro um dia será exibida na TV aberta na íntegra, ou seja, por um bom tempo será um produto exclusivo da Globoplay.

De olho em ampliar ainda mais o leque de opções para além das produções da própria Globo, João Mesquita prometeu que até o final de 2019 a Globoplay contará com 100 séries internacionais.

“Nossas produções são tanto produzidas por nós ou compradas pensando no brasileiro. Não precisamos ir buscar 500 mil conteúdos asiáticos só porque dá volume”, comentou o diretor-geral da Globoplay.

Atualmente, a Globoplay conta com 15 séries estrangeiras, entre elas as recentes Killing Eve e o reboot de Charmed e as clássicas Mad About YouHouse e Dawson’s Creek. Ao menos por enquanto, não há planos para também investir em filmes originais, como faz a própria Netflix.

“Temos todo o acervo do Telecine Play e ainda os principais filmes nacionais, graças à Globo Filmes. Com isso, vamos usar o dinheiro disponível para outras produções em séries, que acreditamos que sejam melhores para engajar o espectador para novas temporadas. Não faz muito sentido”, explicou Mesquita.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista, pretende seguir carreira como crítico de cinema. Gosta de dar opinião sobre tudo. Reside em Belém Novo, fim do mundo de Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close