Bode na Sala
Destaque Netflix Notícias Séries

Parceria entre Marvel e Netflix não estava trazendo benefícios para os envolvidos, diz rumor

Parceria entre Marvel e Netflix não estava trazendo benefícios para os envolvidos, diz rumor

Matthew Ball, ex-chefe de estratégia de mídia da Amazon Studios, pode ter dado alguma luz sobre a conturbada parceria entre Marvel Netflix. Ball fez uma thread em seu Twitter explicando em detalhes que nenhuma das empresas estava satisfeita com a parceria, o que levou ao cancelamento das séries Punho de FerroLuke CageDemolidor.

Segundo Ball, tanto a Marvel quanto a Netflix queriam renovar os programas, mas os valores de receita que as séries geravam estavam diminuindo cada vez mais, ainda mais considerando o alto custo de produção que tiveram. Mesmo com a interferência da Disney e com o Disney+, serviço de streaming que será lançado no ano que vem, a Netflix tinha o direito de renovar as séries, mas a concorrência não foi o motivo do cancelamento. A Netflix tomou uma decisão baseada em custo, qualidade e audiência.

Outro ponto importante que Ball tocou é o fato de que, mesmo canceladas, as séries continuarão sendo propriedades da Netflix e com seu selo de original. Isso porque o contrato permite que a empresa seja dona das séries por anos a fio, e a Disney teria que comprá-las de volta. Porém, o conteúdo do Disney+ não condiz com o desses programas, então as chances de comprá-los de volta é mínima, e também o contrato não permite que a Disney dê continuidade ou faça um reboot em breve. Por exemplo, se a Disney quisesse lançar um novo Luke Cage em 2019, haveria muitos impasses para isso.

Ball disse ainda que a Netflix bancava cerca de 60% dos custos, e com o público desses programas em declínio, o retorno se tornou cada vez mais baixo, tendo sido cada vez mais difícil aumentar a audiência nas últimas temporadas. O ex-chefe de estratégia também citou o fato de a Disney nunca ter levado muito a sério os seriados na Netflix, visto que a troca de showrunners era constante, e usa como exemplo Demolidor que teve um showrunner por temporada e Jessica Jones que teve dois em três temporadas. Isso sem falar na interação prometida com o restante do MCU que nunca chegou a acontecer. Mas ele ressalta que a parceria pode ser considerada tecnicamente um sucesso, já que o contrato inicial previa apenas uma temporada, e todas as séries solo foram renovadas, inclusive o spin-off O Justiceiro.

Um dos motivos para Os Defensores ter gerado tão pouca visibilidade, segundo Ball, foi a queda de qualidade nas duas séries que antecederam. O público e nem a crítica agradou de Punho de Ferro, e mesmo a segunda metade da 1ª temporada de Luke Cage recebeu duras críticas.

Com os novos acordos firmados com megaprodutores como Shonda RhimesRyan Murphy, a Netflix terá uma enorme produção para 2019, o que torna a marca ainda maior. E, por ser uma marca mais famosa que a da Marvel, e a contribuição dessa última tem diminuído, os cancelamentos fazem cada vez mais sentido. E agora a Marvel também está concentrada em lançar no Disney+ séries de seus personagens, como a focada no Loki, que já foi confirmada.

No entanto, um dos pontos mais controversos tocados por Ball é que a Netflix desejava uma diminuição no número dos episódios, de 13 para 6-8 episódios por temporada, na intenção de melhorar a qualidade a retenção dos programas, sendo a alta quantidade de episódios um dos itens mais criticados pelos fãs, mas a própria Disney bateu o pé, pois seu rendimento com as séries cairia em aproximadamente 2 terços. Ball ainda cita que os programas da Marvel precisava de uma audiência 60% maior que os feitos pela Netflix apenas para se igualar, e com a queda de audiência, uma 4ª temporada de Demolidor se tornaria o triplo mais cara.

Em resumo, os cancelamentos foram benéficos, pois as produções não estavam funcionando para ninguém, e como disse Matthew Ball, “incluindo os fãs das séries”.

Apesar de todos os detalhes apontados por Ball, trate tudo como rumor. Nem a Marvel, nem a Netflix e nem a Disney deram um parecer sobre isso. A única certeza é que novas temporadas de Jessica JonesO Justiceiro serão lançadas em 2019 pela Netflix, mas dado o histórico recente, provavelmente serão as últimas.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Comments

  1. […] Recentemente, surgiram alguns rumores que podem dar uma explicação ao cancelamento, e eles indicavam que havia um grave desentendimento entre a Marvel e a Netflix. Leia nossa matéria completa aqui. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close