Bode na Sala
Críticas Destaque Filmes

Tudo por um Pop Star | Crítica

Tudo por um Pop Star | Crítica

Tudo por um Pop Star

Ano: 2018

Direção: Bruno Garotti

Roteiro: Thalita Rebouças

Elenco: Klara Castanho, Maisa Silva, Mel MaiaGiovanna LancellottiFelipe NetoJoão Guilherme

Thalita Rebouças é uma das maiores referências em contar histórias para o público juvenil no Brasil. Seu texto consegue conversar com os adolescentes, expondo os problemas enfrentados por essa idade, sem grandes aprofundamentos, sempre puxando para o lado da comédia. E as suas obras, cada vez mais, estão ganhando as telonas. De 2016 para cá, por exemplo, já tivemos É Fada! e Fala Sério, Mãe! como adaptações dos livros da escritora. Agora, chega mais um longa baseado em um de seus livros: Tudo por um Pop Star.

Na trama do longa, três amigas, que moram no interior do Rio de Janeiro, descobrem que a boy band pela qual elas são fanáticas vai fazer um show na Capital. No entanto, elas são adolescentes, não têm dinheiro para pagar pelos ingressos e nem alguém que as leve. Logo, tudo parece que conspira para que o trio não possa realizar o seu sonho maior. Só que esses não são empecilhos para fãs de verdade!

Liderado pelo entrosado e carismático trio formado por Klara Castanho, Maisa Silva e Mel Maia, a aventura não busca nada além de divertir — e consegue cumprir com o seu objetivo, apesar de derrapar em alguns detalhes. Mesmo com um bom ritmo para contar a história, Tudo por um Pop Star sempre busca a resolução mais fácil para os seus problemas. E, com isso, muito do desenvolvimento do longa acaba sendo enfraquecido, incluindo os poucos momentos em que o drama deveria dar as caras.

Ainda que o filme tenha como principal objetivo ressaltar a amizade e o amor de fãs aos seus ídolos, algumas situações são um tanto quanto inverossímeis, não fazendo jus aos grandes sacrifícios que muitas pessoas fazem por artistas que idolatram. Mesmo que o texto de Rebouças não apresentasse tal aprofundamento, cabia ao cineasta Bruno Garotti fazer os ajustes necessários para que a história ficasse mais próxima do que se espera para um filme chamado Tudo por um Pop Star. Infelizmente, quando o cineasta tenta, criam-se situações um tanto quanto vergonhosas, como a sequência da janela do hotel.

Como dito anteriormente, o elenco principal está ótimo e cativante. Os coadjuvantes Giovanna Lancellotti, como a excêntrica Babette, e Felipe Neto, como o youtuber rancoroso Billy Bold, também executam muito bem os seus papéis de alívios cômicos, apesar das forçadas de barra. Já João Guilherme, que vive o líder da banda Slavabody Disco Disco Boys, não consegue convencer, nem como ator e muito menos como cantor. Além disso, é irritante ele estar sempre com os outros integrantes do grupo e ser o único que fala. “Ah, mas os outros dois personagens são norte-americanos”. Verdade, eles não são brasileiros, mas também não são mudos.

Tudo por um Pop Star consegue cumprir o seu principal objetivo, que é divertir o público infanto-juvenil, levando um pouco da paixão que se tinha pelas boy bands de antigamente para a geração do YouTube. E, mesmo com muitos deslizes, diverte e cativa, principalmente pelo entrosamento de suas protagonistas — que poderiam, facilmente, ter entregado muito mais do que foi apresentado no filme, inclusive. E a música-tema, mesmo quando mal interpretada pela Slavabody Disco Disco Boys, não vai sair da sua cabeça por um bom tempo.

Nota do crítico:

 

Nota dos usuários:

[Total: 1    Média: 5/5]


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close