Bode na Sala
Filmes Notícias

Bohemian Rhapsody | Rami Malek afirma que filme mostrará bissexualidade e doença de Freddie Mercury

Bohemian Rhapsody | Rami Malek afirma que filme mostrará bissexualidade e doença de Freddie Mercury

Quando Bohemian Rhapsody teve o seu primeiro trailer revelado, uma enxurrada de críticas dos fãs tomou conta das redes sociais, questionando sobre a ausência da bissexualidade de Freddie Mercury na prévia, além de não mostrar nada sobre a luta do cantor contra a AIDS.

Agora, em uma entrevista ao Attitude, o ator Rami Malek, que interpretará Mercury, falou sobre as críticas disparadas contra o trailer, dizendo que o filme não evitará os assuntos.

“É uma pena que as pessoas fiquem fazendo comentários com um teaser de um minuto, que foca na música. É difícil. Primeiramente, deixe-me dizer que eu não acho que o filme esconde sua sexualidade ou sua grave doença, que, obviamente, é AIDS. Eu não sei como você poderia evitar isso, ou como alguém poderia querer. É um pouco absurdo que as pessoas julguem por um trailer de um minuto”, disse Malek.

O ator, logo após, revelou que Bohemian Rhapsody mostrará a doença de Mercury de uma maneira mais delicada, mas não omitirá. “O filme precisou falar sobre sua doença de um modo delicado. Não se pode omitir isso. Foi um momento importante, um que tremendamente triste, mas de um certo modo também é empoderador”, completou.

Bohemian Rhapsody vai contar a história da banda Queen, desde a sua formação até os seis anos que antecederam a morte de Freddie Mercury, em 1991.

O elenco inclui Rami MalekGwilym LeeBen HardyJoe Mazzello e Lucy BoyntonBryan Singer, o diretor original do longa, foi demitido do projeto e Dexter Fletcher assumiu o comando do filme.

Bohemian Rhapsody estreia em 2 de novembro.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close