Bode na Sala
Netflix Notícias Séries

GLOW | Lutadoras podem perder o emprego no trailer da 2ª temporada

Nova temporada chega no fim do mês

GLOW | Lutadoras podem perder o emprego no trailer da 2ª temporada

Netflix divulgou hoje o trailer da 2ª temporada de GLOW, série sobre um grupo de mulheres que praticavam luta livre nos anos 80. Na prévia, o programa das lutadoras está sofrendo uma ameaça de cancelamento, mas as mulheres irão lutar para mantê-lo no ar. Confira:

Baseada na adorada série dos anos 80, GLOW conta a história fictícia de Ruth Wilder (Alison Brie, de Community). Ruth é uma atriz desempregada e batalhadora em Los Angeles nos anos 80, que encontra sua última chance de virar estrela ao entrar de cabeça no mundo do glitter e dos colãs da luta livre de mulheres. Além de trabalhar com 12 mulheres excêntricas de Hollywood, Ruth precisa competir com Debbie Eagan (Betty Gilpin), uma ex-atriz de novelas que deixou sua carreira de lado para ser mãe, mas voltou ao trabalho quando percebeu que sua vidinha perfeita não era bem o que parecia ser. Dirigindo todas elas está Sam Sylvia (Marc Maron), um diretor de filmes de segunda categoria, acabado e viciado em cocaína, que agora precisa liderar este grupo de mulheres em uma jornada rumo ao estrelato da luta livre.

GLOW tem produção executiva de Liz Flahive (Homeland, Nurse Jackie), Carly Mensch (Orange Is The New Black, Nurse Jackie), Jenji Kohan (Orange Is the New Black, Weeds) e Tara Herrmann (Orange Is the New Black).

Os novos episódios chegam ao serviço de streaming no final do mês, em 29 de junho.

Assistimos a 1ª temporada. Confira nossa crítica aqui.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close