Bode na Sala
Críticas Destaque Filmes

Não se Aceitam Devoluções | Crítica

Confira a opinião de Rafael Bernardes sobre a comédia estrelada por Leandro Hassum!

Não se Aceitam Devoluções | Crítica

Não se Aceitam DevoluçõesResultado de imagem para não se aceitam devoluções poster

Ano: 2018

Direção: André Moraes

Roteiro: Guillermo Ríos, Letícia Lopéz Magalli, Eugenio Derbez

Elenco: Leandro Hassum, Zéu Britto, Guilherme RodioLaura Ramos

Leandro Hassum em uma comédia da Globo Filmes. A expectativa não costuma ser das maiores, muito por conta do histórico da emissora realizando produções do gênero e do próprio ator, que apresenta aquele humor mais físico e caricato. Não se Aceitam Devoluções tenta modificar esse estigma, colocando uma dose incomum de drama na narrativa.

A trama gira em torno de Juca Valente (Hassum), um homem que sempre viveu em torno de mentiras, se gabando de ter se aventurado, de ser uma pessoa extremamente corajosa. Ele utiliza isso para transar com o maior número de mulheres possível, fazendo aquele tipo cafajeste que é um grande clichê nos dias de hoje. O protagonista se relaciona com uma mulher e, um ano depois, ela aparece com uma criança nos braços, entrega a ele e some. Juca vai para Los Angeles atrás da moça e acaba conseguindo um emprego como dublê.

Toda essa trajetória é contada de forma exagerada, com um humor físico e “pastelão”. As piadas não costumam ser engraçadas e Hassum não convence no papel durante todo o primeiro ato. A partir da metade do longa, a história começa a ficar mais interessante, muito por conta da relação do protagonista com a menina. Suspenses são colocados durante a trama, para serem revelados apenas no desfecho. O drama da criação da filha, sendo um homem com uma inteligência limitada e pai solteiro, juntamente com uma carência absurda, faz com que o filme ganhe um bom fôlego.

O ritmo ajuda a prender o espectador. Apesar disso, a direção não é bem executada, com diversos planos detalhe e muito zoom aonde não é necessário. O estilo utilizado é semelhante aos das novelas da própria globo, com a câmera focando nos rostos dos atores enquanto um diálogo acontece. A montagem é problemática, quando as cenas não são bem intercaladas. O humor e o drama, a partir do terceiro ato, começam a se confundir e o tom fica confuso.

O roteiro possui diversos problemas, como furos graves e quebra de continuidade narrativa. São diversas pontas soltas deixadas, sem uma explicação quando se faz necessário. As atuações são razoáveis, sendo que o destaque é, sem dúvidas, de Laura Ramos, que interpreta a mãe desnaturada. Leandro Hassum é o destaque negativo.

No final do longa, há um desfecho surpreendente, que eleva a qualidade do filme, até emocionando. O drama volta, de um jeito estrambelhado, mas funcionando bem para que a história seja concluída. Não se Aceitam Devoluções não é um filme muito engraçado, mas a relação entre pai e filha e o drama aplicado são pontos fortes e que surpreendem. Não se trata de um filme ruim, mas sim, de uma produção problemática, que pode agradar o público alvo.

Nota do crítico:

 

Nota dos usuários:

[Total: 0    Média: 0/5]


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista, pretende seguir carreira como crítico de cinema. Gosta de dar opinião sobre tudo. Reside em Belém Novo, fim do mundo de Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close