Bode na Sala
Filmes Notícias

The Weinstein Company, a produtora de Harvey Weinstein, declara falência

Acordo de compra não foi finalizado

The Weinstein Company, a produtora de Harvey Weinstein, declara falência

The Weinstein Company, produtora dos irmãos Harvey e Bob Weinstein, divulgou no final deste domingo um comunicado oficial dizendo que irá declarar falência (via The New York Times).

A empresa disse que não conseguiu chegar a um acordo com um grupo empresarial liderado por Maria Contreras-Sweet ao lado do bilionário investidor Ron Burkle. A oferta estava estimada em cerca de US$ 275 milhões de dólares, com o grupo disposto a pagar mais US$ 225 milhões em dívidas da Weinstein Co.

“Embora reconheçamos que este é um resultado extremamente infeliz para nossos funcionários, credores e vítimas, o conselho [administrativo] não tem escolha. Nos próximos dias, a empresa preparará seu processo de falência com o objetivo de alcançar o valor máximo na corte”, disse a empresa através do comunicado.

A Weinstein Co. tenta evitar a falência desde outubro, quando começaram as acusações de assédio sexual contra o produtor Harvey Weinstein. Para a empresa se manter enquanto procurava um comprador, ela buscou empréstimos de outras empresas, no entanto, a tentativa falhou. Com isso, o estúdio se viu obrigado a vender os direitos de distribuição do filme infantil As Aventuras de Paddington 2 na América do Norte, que acabaram ficando com a Warner Bros.

Leia também: Os assédios silenciados de Hollywood

O comunicado da The Weinstein Company vem duas semanas após Eric T. Schneiderman, procurador-geral de Nova York, apresentar uma ação judicial contra o estúdio e seus fundadores alegando que violaram diversas vezes as leis estaduais contra assédios sexuais, discriminação de gênero, abuso sexual e coerção. A ação pedia que a compra da Weinstein Co. acompanhasse uma “compensação adequada às vítimas, proteção aos funcionários da empresa e nenhuma compensação financeira aos funcionários que perpetuavam a conduta inapropriada de Weinstein”.

O caso Weinstein resultou em diversos boicotes ao produtor e a outros membros da indústria que estiveram envolvidos em casos de assédio e abuso sexual. O caso mais famoso que surgiu após as denúncias contra Weinstein é o de Kevin Spacey, que foi demitido da série House of Cards, da Netflix, onde era o principal personagem, e a eliminação do ator do filme Todo o Dinheiro do Mundo, que já estava pronto, mas foi substituído às pressas por Christopher Plummer.

Leia também: Channing Tatum desiste de dirigir filme devido ao escândalo de Harvey Weinstein


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close