Bode na Sala
Especiais Filmes Netflix

Dica de Quinta | 5 filmes que vão além do terror na Netflix

Porque filmes de terror não são apenas sustos...

Dica de Quinta | 5 filmes que vão além do terror na Netflix

Popularmente, os filmes de terror são conhecidos por transmitirem medo no espectador que o assiste. No entanto, existem alguns exemplos do gênero que não necessariamente são de arrepiar os cabelos, mas pegam alguns elementos clássicos e os aplicam muito bem. Pensando nisso, a nossa Dica de Quinta é sobre alguns ótimos filmes na Netflix que não são exatamente de terror, mas que passeiam pelo gênero e o fazem muito bem.


Sob a Sombra (2016)

Durante a guerra Irã-Iraque nos anos 1980, Shideh (Narges Rashidi) ignora o convite do marido para que ela e Dorsa (Avin Manshadi), sua filha, se abriguem na casa de seus pais, pois Teerã, a capital do Irã, está prestes a se tornar um campo de batalha. Tudo muda quando um míssil adormecido atinge o prédio onde elas moram. Junto com ele, vem os djinn, criaturas aterrorizantes que passam a habitar o prédio. Tudo isso só cria conflitos entre Shideh e sua filha, que perdeu sua boneca favorita e acusa a mãe de ter pegado. Sob a Sombra pode ser encontrado na Netflix pelo título A Sombra do Medo.


Invasão Zumbi (2016)

O apocalipse zumbi ganha um novo olhar com Invasão Zumbi. Seok-woo (Gong Yoo) é um administrador de investimentos obcecado pelo trabalho que precisa levar sua filha Soo-na (Kim Su-an) de Seul até a cidade de Busan, onde mora a mãe da menina. No entanto, um vírus mortal se alastra pela Coreia do Sul e, rapidamente, a epidemia atinge o trem onde pai e filha viajam. Apesar de Busan ser um local seguro para os passageiros, eles precisam lutar pela sobrevivência no trem de alta velocidade, onde estão os mais diversos tipos de pessoas: um grupo de estudantes, um empresário, um homem que acompanha sua mulher grávida e até mesmo um mendigo.


Rastro de Maldade (2015)

Ambientado no fim do Velho Oeste, Rastro de Maldade conta a história de um grupo que precisa resgatar alguns moradores da pequena Bright Hope de uma tribo de canibais. Liderado pelo Xerife Hunt (Kurt Russell), o grupo conta com um peão de boiada (Patrick Wilson) cuja esposa e enfermeira (Lili Simmons) foi sequestrada pelos selvagens, o delegado assistente Chicory (Richard Jenkins) e um especialista em armas que odeia índios (Matthew Fox). No entanto, existem diversos empecilhos que o quarteto precisa enfrentar, além do fato de que todos eles tem personalidades muito diferentes e os conflitos são iminentes. Além de um ótimo elenco, o filme tem uma clássica história de faroeste, mas com o plus de uma história de horror.


A Visita (2015)

Este filme tem dois grandes méritos: ser um filme de terror esperto o suficiente para não se levar a sério e por ser o primeiro filme decente do M. Night Shyamalan em uma década. Enquanto a mãe (Kathryn Hahn) está num cruzeiro, os irmãos Tyler (Ed Oxenbould) e Becca (Olivia DeJonge) vão visitar seus avós pela primeira vez, já que uma séria briga entre eles e a mãe impediram as crianças de os conhecerem. Enquanto documenta tudo para o seu projeto de cinema, Becca e seu irmão notam o estranho e, por vezes, aterrorizante comportamento dos avós e decidem investigar. A Visita é um eficiente retorno a forma para o diretor contando com uma característica reviravolta surpreendente e com os personagens enfrentando seus traumas passados no clímax da história.


O Babadook (2014)

Amelia (Essie Davis) é uma mulher que ainda não superou a morte de seu marido mesmo tendo se passado 6 anos. Além disso, ela tem um filho pequeno, Samuel (Noah Wiseman), e possui dificuldade em amá-lo. Um dia, o garoto descobre um livro sobre uma criatura chamada de Babadook, e, para sua surpresa, é a mesma que assombrava seus pesadelos. Isso faz com que Samuel tenha um comportamento cada vez mais irracional, pois está certo de que o Babadook está vindo para mata-lo. Tendo sido bastante elogiado ao redor do mundo, O Babadook é um filme de terror que coloca a criatura monstruosa como uma metáfora para o verdadeiro monstro que é o sofrimento humano.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um publicitário aos 22 anos. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ama o MCU, e confia bastante no futuro da DC nos cinemas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close