Bode na Sala
Filmes Notícias

Pantera Negra | Ryan Coogler explica as cenas pós-créditos do filme

Longa está em cartaz nos cinemas!

Pantera Negra | Ryan Coogler explica as cenas pós-créditos do filme

Atenção: spoilers de Pantera Negra abaixo!

O diretor de Pantera Negra, Ryan Coogler, em entrevista à ET Online, falou sobre as cenas pós-créditos do longa. A primeira, que tem conotação política, revela um discurso do rei T’Challa na ONU, onde ele diz: “Os tolos constroem barreiras. Os sábios constroem pontes”.

Sobre o trecho, o cineasta explicou: “Quando as pessoas dizem ‘este filme é um filme político’ eu digo: ‘claro’. Pantera Negra é um político. É o primeiro filme do MCU sobre um político, então faz sentido que seja um filme político. E se este personagem tem que fazer um discurso de governo, que tipo de coisas ele diria? A frase que ele diz é um provérbio africano que eu e minha esposa achamos quando estávamos trabalhando nisso. Nós escrevemos isso quando Obama ainda era presidente”.

Coogler contou que a ideia era fazer a plateia desejar que o rei de Wakanda fosse de verdade. “Eu me vi me inspirando em T’Challa, e esperando que ele fosse real”, disse.

Já na segunda cena pós-créditos, que mostra Bucky em Wakanda, fazendo conexão com Vingadores:Guerra Infinita, próximo filme do MCU.

“Claramente é uma conexão, mas o estúdio não forçou nossa mão ou nos disse o que fazer. Era algo que nós queríamos. Para nós, foi divertido, porque a plateia, se eles conhecem o MCU, eles sabem que Bucky está em Wakanda. Achamos que seria legal, para as pessoas que aguardaram até o fim, verem como está o personagem que elas amam”, contou Coogler.

Confira a nossa crítica de Pantera Negra clicando aqui!


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close