Bode na Sala
Filmes Notícias

Cinquenta Tons de Liberdade | Jamie Dornan explica por que não fez nu frontal na trilogia

Ator também disse que não ofereceram mais dinheiro para que ele aparecesse nu

Cinquenta Tons de Liberdade | Jamie Dornan explica por que não fez nu frontal na trilogia

Cinquenta Tons de Liberdade acaba de chegar aos cinemas (confira nossa crítica aqui). O último capítulo da trilogia erótica baseada nos livros de E. L. James promete levar muito público aos cinemas, assim como seus filmes anteriores, mas uma coisa chamou a atenção: não houve nenhuma cena de nu frontal de Christian Grey, personagem vivido por Jamie Dornan.

Confira: Especial | 10 filmes com cenas de sexo reais

Em entrevista à Elle, o ator foi perguntado se lhe teriam oferecido US$ 1 milhão a mais em seu cachê para que ficasse como veio ao mundo em cena, o que foi negado pelo ator, mas com um tom brincalhão:

“Foram US$ 30 milhões – pra mostrar um testículo”, riu o ator. “Não, essa coisa toda de oferecerem mais dinheiro para ficar nu? Isso não aconteceu. Eu não sei se eu disse que não faria. Você vê muito a minha bunda. Isso realmente não me incomoda. Você vê muito os peitos de Dakota [Johnson, que interpreta Anastasia Steele]. Eu mostraria os meus seios se tivesse. Eu simplesmente pensei ‘Não precisamos mostrar o resto se não for essencial para a história’. Nós não estamos fazendo pornô, apesar do público pensar que estamos.”

Cinquenta Tons de Liberdade tem em seu elenco, além de Johnson e Dornan, Eric JohnsonKim BasingerLuke GrimesMarcia Gay Harden, entre outros. A direção é de James Foley.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close