Bode na Sala
Filmes Notícias

Luc Besson pode escrever e dirigir filmes exclusivos para a Netflix

Companhia do diretor vem passando por dificuldades financeiras...

Luc Besson pode escrever e dirigir filmes exclusivos para a Netflix

Depois de um complicado 2017, com o fracasso de Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, Luc Besson e sua companhia, a EuropaCorp, podem voltar a sorrir. Além de já estar trabalhando em Anna, seu próximo suspense, o cineasta francês está prestes a assinar um contrato multimilionário com a Netflix para dirigir e escrever inúmeros filmes exclusivos para o serviço de streaming. As informações são da Variety.

Segundo a publicação, o acordo giraria em torno dos US$ 30 milhões e ainda daria opção de compra à Netflix sobre o catálogo de produções da EuropaCorp. Assim, além de produzir múltiplas obras para a plataforma nos próximos anos, Besson também liberaria os direitos de exibição – e, possivelmente, de exploração – de franquias como Busca Implacável, Táxi e Carga Explosiva para o serviço de streaming. Até o momento, nenhuma das duas companhias se pronunciou sobre a negociação.

Desde o gigantesco fracasso de Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, a EuropaCorp vem enfrentando uma crise financeira, que acarretou, inclusive, em uma onda de demissões. Assim, o acordo seria vantajoso para a companhia francesa, colaborando para equilibrar suas finanças.

Obviamente, a Netflix também se beneficiaria com a negociação. Por conta da influência exercida pela EuropaCorp no mercado distribuidor francês e europeu como um todo, uma vez que a estratégia de lançamento da plataforma de streaming ainda gera polêmica na Europa, como demonstrado no último Festival de Cannes.

Antes de realizar os filmes originais da Netflix, Besson trabalha em Anna, que é estrelado por Helen Mirren e Luke Evans. A previsão é que o filme seja lançado em 2019.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close