Bode na Sala
Filmes Notícias Sem categoria

Star Wars | “Talvez eu tenha ido longe demais”, diz George Lucas sobre A Ameaça Fantasma

Primeiro capítulo da trilogia prequel é considerado o pior da franquia

Star Wars | “Talvez eu tenha ido longe demais”, diz George Lucas sobre A Ameaça Fantasma

Em um bônus especial do DVD de Star Wars: A Ameaça FantasmaGeorge Lucas admitiu que “pode ter ido longe demais em alguns aspectos” do filme que dirigiu (via Comic Book).

Lucas se refere, particularmente, ao ato final do Episódio I. Esta parte do filme é carregada de um pesado CGI, e mostra Jar Jar Binks e o exército Gungan em uma batalha com droides, o jovem Anakin Skywalker (Jake Lloyd) em um ataque espacial, Padmé Amidala (Natalie Portman) se infiltrando em Naboo, e a dupla formada por Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor) e Qui-Gon Jinn (Liam Neeson) em um duelo com sabres de luz contra Darth Maul.

“É ousado em termos de empurrar as pessoas uma para cada lado. Talvez eu tenha ido longe demais em alguns aspectos. É algo que me deixa intrigado. Eu pensei muito sobre isso, e a dificuldade é que você não pode retirar nenhuma das partes, pois cada uma delas te leva para o próximo lugar. E você não pode pular, senão você se perde”, admitiu Lucas.

Ben Burtt, o responsável pela montagem do filme, complementou o comentário de Lucas no bônus do DVD: “Em um espaço de 90 segundos você passa pelo lamento da morte de um herói para o alívio cômico de Jar Jar Binks e vai até o retorno de Anakin. É um tempo bem curto”.

O primeiro filme da trilogia prequel de Star Wars é o mais controverso de toda a franquia. Mesmo tendo atingido uma bilheteria que ultrapassou US$ 1 bilhão (boa parte vinda de seu relançamento em 3D), é frequentemente ridicularizado pelos fãs, sendo considerado por muitos como o pior capítulo da saga.

O filme mais recente da franquia, Star Wars: Os Últimos Jedi, ainda está em cartaz. Confira nossa crítica aqui.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close