Bode na Sala
Especiais Filmes

Lady Bode | Desafio #52FilmsByWomen

Para ajudar, separamos alguns ótimos filmes dirigidos por mulheres!

Lady Bode | Desafio #52FilmsByWomen

Você aceita assistir a um filme dirigido por mulher por semana, durante um ano?

Essa é a proposta da tag #52FilmsByWomen, parte de uma campanha criada em 2015 pela Women in Film, organização dedicada a incentivar a igualdade de oportunidades no cinema, independentemente de gênero.

O movimento surgiu através de uma pesquisa feita pelo grupo que constatou que boa parte dos players da indústria hollywoodiana acredita que são poucas as mulheres realmente talentosas em cargos de direção.

Para fazer parte, é simples. Basta se inscrever na campanha por aqui (com o cadastro, você recebe updates sobre a ação), assistir aos filmes e depois postar sobre cada um deles nas redes sociais. Que tal colocar essa meta para 2018?

Para inspirar quem estiver afim de entrar no desafio, a Lady Bode selecionou alguns filmes dirigidos por mulheres.


  • Como Nossos Pais (2017)

Direção: Laís Bodanzky

Rosa é uma mulher que almeja a perfeição como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Filha de intelectuais e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente.


  • Toni Erdmann (2016)

Direção: Maren Ade

O filme trata sobre os esforços de um pai de 68 anos para que sua filha, uma ambiciosa empresária, saia dos caminhos que estagnaram sua vida. O homem tenta alcançar um senso de humor e amor paterno.


  • Lady Bird (2017)

Direção: Greta Gerwig

Uma moça se muda para o estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e lá vive durante um ano. A convivência com sua mãe, uma enfermeira, é sufocante. Amigos, amores e aventuras fazem parte de sua jornada em sua nova cidade.


  • Com Amor, Van Gogh (2017)

Direção: Dorota Kobiela, Hugh Welchman

Um ano após o suicídio de Vincent Van Gogh, Armand Roulin encontra uma carta por ele enviada ao irmão Theo, que jamais chegou ao seu destino. Após conversar com o pai, carteiro que era amigo pessoal de Van Gogh, Armand é incentivado a entregar ele mesmo a correspondência. Desta forma, ele parte para a cidade francesa de Arles na esperança de encontrar algum contato com a família do pintor falecido. Lá, inicia uma investigação junto às pessoas que conheceram Van Gogh, no intuito de decifrar se ele realmente se matou.


  • Que Horas Ela Volta? (2015)

Direção: Anna Muylaert

A pernambucana Val se mudou para São Paulo com o intuito de proporcionar melhores condições de vida para a filha, Jéssica. Anos depois, a garota lhe telefona, dizendo que quer ir para a cidade prestar vestibular. Os chefes de Val recebem a menina de braços abertos, porém o seu comportamento complica as relações na casa.


  • O Estranho que Nós Amamos (2017)

Direção: Sofia Coppola

Um soldado da União, ferido em combate durante a Guerra de Secessão, acaba encontrando refúgio e um lugar para se curar dentro de um internato para mulheres localizado em território confederado.


  • Selma – Uma Luta Pela Igualdade (2014)

Direção: Ava DuVernay

A história da luta de Martin Luther King Jr. para garantir o direito de voto dos afrodescendentes – uma campanha perigosa e aterrorizante que culminou na marcha épica de Selma a Montgomery, Alabama, e que estimulou a opinião pública norte-americana e convenceu o presidente Johnson a implementar a Lei dos Direitos de Voto em 1965.


  • Mulher-Maravilha (2017)

Direção: Patty Jenkins

Treinada desde cedo para ser uma guerreira imbatível, Diana Prince nunca saiu da paradisíaca ilha em que é reconhecida como princesa das Amazonas. Quando o piloto Steve Trevor se acidenta e cai em uma praia do local, ela descobre que uma guerra sem precedentes está se espalhando pelo mundo e decide deixar seu lar certa de que pode parar o conflito. Lutando para acabar com todas as lutas, Diana percebe o alcance de seus poderes e sua verdadeira missão na Terra.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

Elaine Timm

Aspirante a gente, Elaine é gaúcha, formada em Jornalismo, atua como social media e curte freelas. Blogueira de várzea, arrisca escritas diversas. Cinéfila, musical e nerd desde criança, quer ser Jedi, mas ainda é Padawan. Save Ferris.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *