Bode na Sala
Especiais Filmes

Especial | Os 25 filmes mais aguardados para 2018

O ano que vem está prometendo...

Especial | Os 25 filmes mais aguardados para 2018

Nem parece, mas piscamos e 2017 já passou. Agora, já estamos olhando para o ano que vem e delirando nos filmes que virão junto com ele. E, para compartilhar com vocês os nossos maiores desejos cinematográficos para 2018, separamos essa lista com nada menos que 25 produções que estão prometendo – e muito!

Além deles, mais abaixo, colocamos mais 15 longas que também merecem atenção, mas que ainda não empolgaram para conquistar um lugar entre os mais aguardados.

Confira:


  • Viva: A Vida é uma Festa (04/01), por João Vitor Hudson

Viva - A Vida é uma Festa, novo filme da Pixar, ganha primeiro trailer

A mais nova produção da Pixar tem como foco a cultura mexicana, mais especificamente o Dia dos Mortos. Com um visual de encher os olhos, a história é sobre um garoto que tem o sonho de ser um músico famoso, mas que, ao tentar conseguir a aprovação de sua família, desencadeia uma série de eventos conectados a um mistério de 100 anos. Parece ser um filme maravilhoso!


  • A Forma da Água (11/01), por Diego Francisco

Guillermo Del Toro é um grande diretor, mas o que ele tem de talentoso, tem de azarado. Inúmeros projetos dele são cancelados, incluindo o terceiro Hellboy, que agora será rebootado pelas mãos de outra equipe criativa. Dos três filmes que conseguiu finalizar nesta década, A Forma da Água é o que mais se aproxima da atmosfera fantástica e sensível vista em O Labirinto do Fauno. No filme, Elisa Esposito (Sally Hawkings) é uma zeladora muda que trabalha num laboratório onde guardam uma estranha criatura, metade humana metade anfíbia. Os dois acabam se apaixonando e Elisa decide ajudar a criatura a escapar. A Forma da Água já estrou nos Estados Unidos e em festivais ao redor do mundo e tem rasgado elogios da crítica e do público.


Me Chame Pelo Seu Nome (18/01), por Diego Francisco

Neste drama de amadurecimento, Elio (Timothée Chalamet), de 17 anos, deve lidar com sua amizade com o assistente de seu pai, Oliver (Armie Hammer), que é marcada pelo seu despertar sexual e seu primeiro amor. O filme promete uma atmosfera melancólica ambientada na Itália, onde o relacionamento dos dois é envolto de poesia e arte.


  • A Melhor Escolha (25/01), por João Vitor Hudson

Nós amamos Richard Linklater e seus filmes. Infelizmente, seu mais novo longa só chega por aqui em janeiro, mas isso não o torna menos esperado. A Melhor Escolha é sobre três veteranos da Guerra do Vietnã que se reencontram após a morte do filho de um deles, que, ironicamente, foi morto na Guerra do Iraque. O elenco principal é estelar, pois é composto por Bryan Cranston, Steve Carell e Laurence Fishburne.


  • Todo o Dinheiro do Mundo (25/01), por Diego Francisco

Este é um nome que com certeza você já deve ter ouvido falar. Depois das acusações de assédio envolvendo Kevin Spacey, o mesmo foi cortado do filme que já estava finalizado, deixando uma janela de tempo muito curta para que pudessem substituí-lo, refilmar as cenas e finalizar as novas filmagens em tempo do longa ser lançado nos cinemas e ser submetido ao Oscar. Dirigido por Ridley Scott, o filme acompanha a história real do bilionário J. Paul Getty (agora interpretado por Christopher Plummer) que se recusou a pagar o resgate de seu neto.


  • Artista do Desastre (25/01), por João Vitor Hudson

Você já assistiu The Room? Este filme de 2003 é considerado por muitos como o pior já realizado. Artista do Desastre, novo projeto de James Franco, é focado justamente nos bastidores desse longa incompreendido. O filme já foi lançado lá nos EUA, e está sendo extremamente elogiado, considerado até agora como o melhor de Franco. Há quem diga que vai levar muitos prêmios – o que, se acontecer, será de uma ironia absurda. Além de Franco, o elenco também tem seu irmão, Dave Franco, e seu amigo de longa data, Seth Rogen.


  • Três Anúncios para um Crime (25/01), por Diego Francisco

Quando as autoridades locais falham em resolver o assassinato de sua filha, Mildred (Frances McDormand) coloca três outdoors criticando a polícia por deixar o assassino livre. Os anúncios enfurecem o chefe de polícia, Willoughby (Woody Harrelson), e toda a população da cidade, que começa a reagir de forma negativa. O trailer Três Anúncios para um Crime mostra fortes atuações de McDormand e Harrelson, numa mistura de drama com humor negro. Sam Rockwell e Peter Dinklage também estão no elenco. A direção é de Martin McDonagh.


  • Pantera Negra (15/02), por João Vitor Hudson

O próximo filme do Marvel Studios estreia em uma época arriscada, mas com poucos concorrentes de peso, então pode-se dizer que Pantera Negra será um sucesso. Com direção de Ryan Coogler (Creed), iremos adentrar no desconhecido reino de Wakanda, terra-natal de T’Challa, o Pantera Negra (Chadwick Boseman), que já conhecemos em 2016 com Capitão América: Guerra Civil. Os trailers conseguiram empolgar, apresentando um visual diferente do comum da Marvel. Quem mais está louco pra ver o herói em ação novamente?


  • Projeto Flórida (01/03), por Carlos Redel

Infelizmente, esse longa está nessa lista. Não, não que ele não seja muito esperado. É muito! Mas a questão é que – apesar de ter estreado nos Estados Unidos em outubro – Projeto Flórida chegará aos cinemas nacionais apenas em março de 2018, três dias antes do Oscar, premiação na qual está sendo bem cotado. Na trama, uma precoce menina de seis anos vive, ao lado de seus amigos, inúmeras descobertas da infância, enquanto sua mãe passa por dificuldades financeiras. No elenco, o único nome conhecido é de Willem Dafoe, mas a crítica está rasgando elogios para Brooklynn Prince, a novata garotinha protagonista. A direção é de Sean Baker.


  • Uma Dobra no Tempo (28/03), por Carlos Redel

Primeiro blockbuster comandado por uma mulher negra, Uma Dobra no Tempo conta a história de uma menina que sai em busca de seu pai, um cientista que desapareceu após se envolver em um misterioso projeto do governo. Com direção da ótima Ava DuVernay (Selma: Uma Luta pela Igualdade), essa aventura da Disney conta com um elenco de peso: Oprah Winfrey, Reese Whiterspoon, Zach Galifianakis e Chris Pine, além da estreante Storm Reid. Parece ser imperdível!


  • Jogador Nº 1 (05/04), por Rafael Bernardes

O nome de Steven Spielberg na direção já é motivo suficiente para qualquer filme ser um dos mais esperados do ano. Se isso já não bastasse, a trama se passa em um futuro distópico, onde as pessoas preferem um jogo virtual ao mundo real. Isso é muito Black Mirror! O trailer do longa empolgou, trouxe inúmeras referências e fez com que os fãs do livro ficassem ainda mais eufóricos.


  • Lady Bird: É Hora de Voar (05/04), por Rafael Bernardes

Até o dia em que este especial está sendo escrito, Lady Bird contém 100% de aprovação no Rotten Tomatoes. Isso quer dizer que quase 200 críticos gostaram do longa – e ninguém desaprovou. A trama conta a história de uma mulher que se muda para a Carolina do Norte e sua vida será mostrada por completa. Promete ser uma produção importantíssima, muito por conta da representatividade, da importância de estarmos assistindo à vida de uma mulher real. Lady Bird já estreou nos Estados Unidos. Saoirse Ronan é a protagonista e Greta Gerwig faz a sua estreia como diretora.


  • X-Men: Novos Mutantes (12/04), por André Bozzetti

Este é um filme que não está sendo muito comentado por aí, apesar de possuir um grande potencial. Se em 2017 tivemos Logan com um clima mais sombrio, pesado e pessimista, longe do tom das outras produções do gênero, parece que em 2018 este papel caberá aos Novos Mutantes. No intrigante trailer divulgado, vemos cinco jovens aprisionados em uma espécie de laboratório, enquanto descobrem e tentam controlar seus poderes fantásticos. O fato de tratar de personagens menos conhecidos do grande público possivelmente dará mais liberdade ao diretor Josh Boone, de A Culpa é das Estrelas. Será que ele vai dar conta? Estou realmente curioso!


  • Vingadores: Guerra Infinita (26/04), por André Bozzetti

Para mim, o filme mais esperado de 2018. A Marvel construiu cuidadosamente este caminho. Foi apresentando as Jóias do Infinito para o público e para os heróis, pouco a pouco. Agora, chegou a hora deles enfrentarem o poder de Thanos em sua busca por estes artefatos que podem lhe conferir um poder inimaginável e colocar todo o universo em risco. O primeiro trailer do filme foi liberado recentemente e causou um alvoroço generalizado nas redes sociais. Grandiosas cenas de ação, diálogos empolgantes, detalhes de arrepiar e referências fiéis aos quadrinhos. Tudo que tanto os fãs das HQs quanto dos filmes poderiam esperar. Será uma surpresa se o resultado final decepcionar, porque os ingredientes estão simplesmente perfeitos.


  • Deadpool 2 (31/05), por André Bozzetti

Em 2016, fui assistir a Deadpool com a expectativa baixíssima, por se tratar de um personagem com o qual eu não simpatizava interpretado por um ator que nunca havia me convencido. Pior ainda, ele trazia em seu currículo o fato de ter estrelado Lanterna Verde, um dos piores filmes de super-heróis já feitos. No entanto, os primeiros minutos de filme já me conquistaram. O humor certeiro, o fato de não se levar a sério, a metalinguagem. Tudo funcionou. Agora o desafio é bem maior. Será que Ryan Reynolds vai conseguir segurar as pontas sem o fator surpresa presente no primeiro filme? Ter Josh Brolin interpretando Cable, e a direção de David Leitch, responsável pelo fantástico Atômica, podem ajudar Deadpool 2 a repetir o sucesso do primeiro. É esperar para ver!


  • Oito Mulheres e um Segredo (07/06), por André Bozzetti

Este é um daqueles típicos casos nos quais as previsões de sucesso e fracasso caminham lado a lado. Tem sido chamado de “versão feminina” de Onze Homens e um Segredo, mas espero que ele seja muito mais do que isso. Com um elenco fantástico, que conta com nomes de peso como Cate Blanchett, Sandra Bullock, Anne Hathaway e Helena Bonham Carter, a tarefa de fazer tudo funcionar ficou com o diretor Gary Ross, de Jogos Vorazes. Dessa vez, Steven Soderbergh, que dirigiu os três filmes anteriores, integra a equipe de produção do longa, da qual também faz parte George Clooney. Vamos conferir se Oito Mulheres e um Segredo consegue elevar a qualidade da franquia que, apesar de também contar com nomes peso nos três filmes já lançados, não chegou a empolgar em nenhum momento.


  • Os Incríveis 2 (28/06), por Diego Francisco

Treze anos depois do lançamento do original, Os Incríveis finalmente ganhará sua tão aguardada sequência. Ainda não há informações sobre a trama, que deve começar imediatamente onde o anterior parou, com a família enfrentando o Escavador. O teaser lançado, que arrepia só ao tocar a trilha composta pelo sempre ótimo Michael Giacchino, mostra a excelência de animação esperada em qualquer filme da Pixar, e a direção continua por conta de Brad Bird.


  • Homem-Formiga e a Vespa (05/07), por Rafael Bernardes

Depois de um primeiro filme solo ótimo, um dos super-heróis mais subestimados da Marvel ganhará sua continuação. Paul Rudd deu o ar cômico ideal para que a leveza fosse instalada, transformando o longa em uma comédia muito divertida. A inserção da Vespa (Evangeline Lilly) na produção pode ser um ótimo acréscimo e colaborar muito para que uma trilogia possa acontecer. Michael DouglasMichael Peña retornam para a continuação. Michelle Pfeiffer e Laurence Fishburne estão entre as novidades. Peyton Reed segue como diretor.


  • Missão: Impossível 6 (26/07), por André Bozzetti

O que sabemos sobre este filme? Sabemos que tem o Tom Cruise correndo. Sabemos que tem o Henry Cavill de bigode. Sabemos que o diretor Christopher McQuarrie se saiu muito bem no filme anterior da franquia. E só. Não se tem detalhes da trama, mas é de se esperar muita ação e adrenalina. Inclusive, Cruise sofreu um acidente nas filmagens, o que lhe rendeu diversas fraturas e atrasou em alguns meses a produção, enquanto tentava realizar algumas destas cenas perigosas sem o auxílio de dublês. Ninguém imagina que será um divisor de águas nos filmes de ação e espionagem, mas pode, sim, manter o bom nível da franquia e trazer mais alguns momentos empolgantes para o público.


  • Marighella (20/09), por João Vitor Hudson

Wagner Moura fará sua estreia na direção com um filme histórico. Ele irá contar nos cinemas a história de Carlos Marighella, ex-deputado e guerrilheiro da Bahia que foi morto em 1969, devido sua oposição ao golpe militar. Moura, que é declaradamente de esquerda, afirmou que o filme não será nada imparcial, pois o que ele quer é fazer um longa sobre resistência a um golpe e que fale com os dias atuais. Ah, e para melhorar, Marighella será interpretado pelo Seu Jorge! Não é demais?


  • A Star Is Born (01/11), por Carlos Redel

Estreia na direção de Bradley Cooper – que também é um dos protagonistas do longa –, A Star Is Born, remake do longa homônimo de 1937, que ainda teve outras duas versões, conta a história da jovem cantora Ally (Lady Gaga), que ascende ao estrelato. Ao mesmo tempo, o seu parceiro Jackson Maine (Cooper), um renomado artista e que a ajudou no início da carreira, cai no esquecimento por problemas com o álcool. Assim, momentos opostos nas carreiras acabam por prejudicar o relacionamento amoroso dos dois.


  • Creed II (21/11), por Rafael Bernardes

Após o sucesso gigantesco de Creed: Nascido para Lutar, que rendeu indicação ao Oscar para Sylvester Stallone, como melhor ator coadjuvante, a continuação se torna o filme de luta dramático mais esperado dos últimos anos. A expectativa em torno do longa é altíssima, uma vez que Stallone assumirá a cadeira de diretor e Dolph Lundgren retornará à franquia Rocky, interpretando novamente Ivan Drago. Michael B. Jordan segue como protagonista.


  • Aquaman (20/12), por Rafael Bernardes

O filme solo do super-herói que foi mais vítima de chacota em toda a história: Aquaman, que virou piada depois da série animada dos Super Amigos. Diversos heróis foram retratados de forma cômica, mas apenas o Rei de Atlantis continuou sendo ridicularizado. Mas isso mudou quando a DC anunciou Jason Momoa como o personagem nos cinemas. O ator foi a escolha mais rústica possível e a expectativa está alta após a sua boa aparição em Liga da Justiça. Além disso, o longa, que será dirigido pelo ótimo James Wan, conta com Amber Heard, Nicole Kidman, Willem Dafoe, Dolph Lundgren e Patrick Wilson no elenco.


  • Bohemian Rhapsody (27/12), por Carlos Redel

A tão esperada cinebiografia de Freddie Mercury acabou passando por algumas mudanças ao longo dos anos em que esteve para ser filmada – inclusive, Sacha Baron Cohen, que daria vida ao protagonista, acabou deixando o projeto. Agora, com direção de Bryan Singer e com Rami Malek interpretando o inesquecível cantor, a produção será “mais família” e percorrerá pela trajetória da banda, culminando na lendária apresentação no Live Aid, em 1985. Mesmo sendo mais light, continuamos empolgados por ver a história de um dos maiores nomes da música nas telonas!


  • The Irishman (2018), por Carlos Redel

Ainda sem data definida para estrear – alguns lugares noticiam, inclusive, que será somente em 2019 (mas não queremos acreditar nisso) –, The Irishman é um projeto de Martin Scorsese que há anos está para ser filmado, mas muitos empecilhos impediram o longa de sair da gaveta. Até agora. O filme, comprado pela Netflix, já está sendo rodado e contará a história de Frank “O Irlandês” Sheeran, famoso assassino da máfia. No elenco, nada menos que Robert De Niro, Al Pacino, Joe Pesci e Harvey Keitel. Como não ser um dos mais esperados do ano (e da vida)?


Menções honrosas:

  • O Estrangeiro (11/01)
  • O Destino de uma Nação (11/01)
  • Maze Runner: A Cura Mortal (25/01)
  • Cloverfield: Partícula de Deus (01/02)
  • Aniquilação (22/02)
  • Tomb Raider: A Origem (15/03)
  • Círculo de Fogo: A Revolta (22/03)
  • Um Lugar Silencioso (05/04)
  • Rampage: Destruição Total (19/04)
  • Ilha de Cachorros (19/04)
  • Han Solo: Uma História Star Wars (24/05)
  • Jurassic World: Reino Ameaçado (11/06)
  • The Predator (02/08)
  • Venom (04/10)
  • X-Men: Fênix Negra (01/11)

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 25 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *