Bode na Sala
Filmes Notícias

Denis Villeneuve não tem interesse em dirigir filmes de super-heróis

Diretor explicou que super-heróis não são muito conhecidos por ele

Denis Villeneuve não tem interesse em dirigir filmes de super-heróis

Denis Villeneuve é, atualmente, um dos melhores diretores de Hollywood, tendo lançado filmes aclamados por 2 anos consecutivos: A Chegada, em 2016, e Blade Runner 2049, em outubro deste ano. Os filmes de super-heróis também fazem um enorme sucesso, com 6 títulos sendo lançado este ano e muitos outros agendados para o ano que vem. No entanto, Villeneuve admitiu que não tem interesse em fazer um filme do subgênero.

Quando perguntado no podcast Happy Sad Confused (via CBM) se toparia dirigir um filme de super-herói, o diretor se mostrou bastante honesto:

“Não, porque não sou dessa cultura. Sou franco-canadense, o que significa que minha cultura é europeia. Fui influenciado por autores da França e da Bélgica, e os europeus são grandes novelistas”, explicou Villeneuve sobre sua origem.

“Honestamente, eu sei muito pouco sobre. A maioria deles não conheço nem por nome. Eu sei que às vezes eu não os conheço, então isso significa que não sou a pessoa certa pra fazê-los. Para fazer esses filmes você precisa amar os personagens, e eu sou um estranho”, admitiu.

Apesar da triste informação para os fãs de super-heróis, Villeneuve foi bastante sincero em sua declaração. Mas uma boa notícia é que seu próximo trabalho é na direção da adaptação de Duna, livro de Frank Herbert que virou um filme de David Lynch nos anos 80.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *