Bode na Sala
Filmes Notícias

Armie Hammer diz que Oscar de Casey Affleck não faz sentido

Affleck venceu o prêmio este ano pelo filme Manchester à Beira-Mar

Armie Hammer diz que Oscar de Casey Affleck não faz sentido

Armie Hammer está estrelando, ao lado de Timothée Chalamet, o drama Me Chame Pelo Seu Nome. O ator, que vem sendo bastante cotado na temporada de premiações, deu uma entrevista ao Hollywood Reporter para falar mais sobre sua carreira e sobre o filme. No entando, Hammer se mostrou incomodado sobre como a Academia do Oscar lida com casos de assédio e abuso sexual.

Hammer esteve no filme O Nascimento de Uma Nação, longa de 2016 baseado em fatos que conta a história de um ex-escravo que inicia uma rebelião. O filme sofreu duras críticas da imprensa especializada. Boa parte delas vem de um caso envolvendo Nate Parker, o diretor do filme. Ele foi acusado de um estupro ocorrido em 1999, o que levou a um certo boicote da mídia para o filme, e para Hammer, isto foi “meticulosamente arquitetado” para fazê-lo cair no ostracismo.

Sobre o ocorrido, Hammer comentou: “Nate tinha as coisas de seu passado, o que é hediondo e difícil de ir além. Eu entendo isso. Mas foi quando tinha 18 anos, e agora ele está na prisão dos diretores. Ao mesmo tempo, o cara que ganhou o Oscar foi acusado de três casos de agressão sexual contra ele”.

Hammer se referiu à Casey Affleck, vencedor do Oscar de Melhor Ator este ano por Manchester à Beira-Mar, que teve arquivados dois processos realizados por mulheres que trabalharam com o ator em 2010.

“Parker teve um incidente – o que é hediondo e atroz – mas toda a sua vida agora está afetada da pior maneira possível. E o outro cara ganhou o mais alto prêmio que você pode obter como ator. Isso simplesmente não faz sentido”, continuou Hammer. “Olha, não estou dizendo que Nate não deveria ter tido problemas. Estou dizendo que eles chegaram em diferentes níveis de problemas. E essa é a disparidade. É como se houvesse dois padrões de como lidar com alguém que teve esse mesmo tipo de problema no passado, sabe?”

Dirigido por Luca GuadagninoMe Chame Pelo Seu Nome tem estreia marcada para o dia 18 de janeiro no Brasil.

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close