Bode na Sala
Especiais Filmes

Especial | Bode Awards: Os melhores filmes de super-herói de 2017

Liga da Justiça? Logan? Mulher-Maravilha? Confira os melhores filmes de super-herói do ano!

Especial | Bode Awards: Os melhores filmes de super-herói de 2017

Começou a temporada de premiações! E, nessa primeira edição do importantíssimo e cobiçadíssimo Bode Awards, vamos escolher os melhores filmes de super-herói de 2017, um ano rico para as produções do gênero, diga-se de passagem. Por isso, a redação do Bode na Sala, depois de um demorado e minucioso processo (de algumas horas), elegeu os indicados e os vencedores de cada uma das categorias.

Confira:


  • Melhor Filme

Indicados:

  • Liga da Justiça
  • Mulher-Maravilha
  • Logan
  • Thor: Ragnarok
  • Homem-Aranha: De Volta ao Lar
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2

Vencedor:

  • Logan

Motivos:

Logan vai além do gênero de super-heróis que estamos acostumados para trazer um filme violento, melancólico e impressionante. Uma jogada ousada e acertada da Fox e um adeus digno para Hugh Jackman e Patrick Stewart. Sem dúvidas, não só um dos melhores do gênero, como um dos melhores filmes desse ano.


  • Melhor Diretor

Indicados:

  • Patty Jenkins (Mulher-Maravilha)
  • James Mangold (Logan)
  • James Gunn (Guardiões da Galáxia Vol. 2)

Vencedor:

  • Patty Jenkins (Mulher-Maravilha)

Motivos:

Mulher-Maravilha foi o que foi em boa parte por conta da diretora, que imprimiu um toque diferente, em níveis de ação e emoção, aos filmes de gênero. Patty Jenkins é o nome que faltava para o universo dos super-heróis, e isto só nos deixa mais empolgados para ver seu trabalho na continuação já agendada para 2019.


  • Melhor Herói/Heroína

Indicados:

  • Mulher-Maravilha (Mulher-Maravilha)
  • Superman (Liga da Justiça)
  • Homem-Aranha (Homem-Aranha: De Volta ao Lar)

Vencedor:

  • Mulher-Maravilha (Mulher-Maravilha/Liga da Justiça)

Motivos:

Corajosa, forte e inspiradora, Diana Prince aparece como a primeira protagonista feminina dessa nova leva de filmes de super-heróis. E arrasa. Depois de ter roubado a cena em Batman vs Superman: A Origem da Justiça, a Mulher-Maravilha quebrou muitos recordes em seu filme solo e foi peça principal em Liga da Justiça.


  • Melhor Roteiro

Indicados:

  • Logan
  • Mulher-Maravilha
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2

Vencedor:

  • Logan

Motivos:

James Mangold, além de dirigir, escreveu a história de Logan. E não poderia ter sido melhor. Fugindo do que estamos acostumados, o roteiro trouxe um novo olhar para os filmes de super-heróis, conseguindo emocionar e entregar um arco redondinho para o Wolverine, além de uma despedida incrível para o personagem.


  • Melhores Efeitos Especiais

Indicados:

  • Thor: Ragnarok
  • Guardiões da Galáxia Vol. 2
  • Liga da Justiça

Vencedor:

  • Guardiões da Galáxia Vol. 2

Motivos:

Um filme que, basicamente, tem efeitos especiais em todas as suas cenas, não pode derrapar nesse quesito. E Guardiões da Galáxia Vol. 2 não erra aí. Aplicando o que há de melhor em computação gráfica, o longa dos heróis desajustados da Marvel entrega um show de efeitos especiais, misturando realismo em alguns momentos e psicodelismo em outros.


  • Melhores Sequências de Ação

Indicados:

  • Mulher-Maravilha
  • Liga da Justiça
  • Thor: Ragnarok

Vencedor:

  • Mulher-Maravilha

Motivos:

A sequência do front de batalha fala por si. Patty Jenkins, que venceu na nossa categoria de Melhor Direção, conduz as cenas com precisão e uma qualidade técnica irretocável, conseguindo mesclar pancadaria com emoção. Além disso, Gal Gadot prova ter um bom condicionamento físico e fôlego para entregar lutar convincentes.


  • Melhor Coadjuvante

Indicados:

  • Baby Groot (Guardiões da Galáxia Vol. 2)
  • Professor Xavier (Logan)
  • Laura/X-23 (Logan)

Vencedor:

  • Professor Xavier (Logan)

Motivos:

Apesar da fofura conquistadora do Baby Groot, tivemos que nos conter e pensar com racionalidade. E, assim, seria impossível não dar o prêmio para o Professor Xavier. O personagem está fantástico, emocionante e no tom perfeito para o clima de Logan. Um espetáculo de atuação de Patrick Stewart, que merece todos os prêmios possíveis.


  • Melhor Vilão

Indicados:

  • Abutre (Homem-Aranha: De Volta ao Lar)
  • Ego (Guardiões da Galáxia Vol. 2)
  • Hela (Thor: Ragnarok)

Vencedor:

  • Abutre (Homem-Aranha: De Volta ao Lar)

Motivos:

O Homem-Aranha sempre teve uma das melhores galerias de vilões e desta vez não é diferente. Michael Keaton interpreta um Abutre carismático, ameaçador e com motivações convincentes.


  • Melhor Animação

Indicados:

  • LEGO Batman: O Filme

Vencedor:

  • LEGO Batman: O Filme

Motivos:

Único longa de animação do gênero que foi lançado em grande circuito, LEGO Batman: O Filme é divertido e entrega uma hilária versão do Homem-Morcego. Apesar de estar sozinho na categoria, o prêmio é justíssimo.


  • Pior Filme do Ano

Indicados:

  • Os Guardiões

Vencedor:

  • Os Guardiões

Motivos:

O único filme que se encaixa na categoria vem da Rússia. Os Guardiões tem uma história fraca, sequências de ação péssimas e atuações piores ainda. Nada se salva.


  • Filme Mais Aguardados para 2018

Indicados:

  • Pantera Negra
  • Aquaman
  • Vingadores: Guerra Infinita
  • Homem-Formiga e a Vespa
  • X-Men: Os Novos Mutantes
  • Deadpool 2
  • X-Men: Fênix Negra

Vencedor:

  • Vingadores: Guerra Infinita

Motivos:

O começo do fim do Universo Cinematográfico da Marvel como conhecemos. Como não estar ansioso por esse evento cinematográfico?


Colaboraram com este especial: Carlos Redel, Diego Francisco, João Vitor Hudson, Rafael Bernardes, André Bozzetti e Ítalo Passos.


Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 25 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *