Bode na Sala
Críticas Filmes

A Noiva | Crítica

Confira a opinião de Rafael Bernardes sobre esse terror russo!

A Noiva | Crítica

Resultado de imagem para a noiva posterA Noiva (Nevesta)

Ano: 2017

Roteiro: Svyatoslav Podgayevskiy

Direção: Svyatoslav Podgayevskiy

Elenco: Aleksandra Rebenok, Igor Khripunov, Miroslava Karpovich, Valeriya Dmitrieva, Vera Biryukova, Vyacheslav Chepurchenko

Criamos algumas expectativas neste ano com o cinema russo, primeiramente com Guardiões, filme de super-heróis que prometia ser uma versão soviética de Os Vingadores. O longa decepcionou. Então, surge um filme de terror, com um bom trailer. Os holofotes novamente se voltaram para a Rússia, por conta de A Noiva. Porém, como ocorreu no longa citado acima, o roteiro faz uma premissa interessante se tornar uma história fraca, sem desenvolvimento e peca fortemente na implementação da tensão.

A história nos mostra a vida de Nastya (Victoria Agalakova), que resolve viajar com seu marido para conhecer a família do rapaz. Inicialmente é mostrado o contexto histórico da trama, o que é bem realizado. Com isso, podemos ter noção do que vai acontecer futuramente. Ao chegar na casa, a mulher percebe que coisas estranhas estão acontecendo e fica incomodada o tempo inteiro, querendo voltar para o seu lar.

A mística em torno dos acontecimentos é ótima e a inclusão de uma cidade pequena como antagonista é bem feita no início, mas, como todo o filme, descamba no terceiro ato. O roteiro acaba se tornando o principal vilão dessa produção. Os personagens não são bem desenvolvidos, ninguém se salva. Furos são encontrados em praticamente todo o longa, além da quebra de verossimilhança constante. Decisões tomadas não fazem sentido com o que é proposto e o terror não funciona. Não há excesso de jump scares, mas a tensão que deveria conter se torna inexistente. Não dá medo!

As atuações também não contribuem. Aleksandra Rebenok interpreta Liza, que seria uma das ameaças à protagonista. Ela se torna o destaque negativo, não apresentando dramaticidade suficiente. Na verdade, a atriz parece conter apenas uma expressão durante toda a produção. Pontos positivos que podem ser destacados são: a ambientação e a fotografia. Quando a história se passa no passado a trama fica muito mais interessante, com uma bela paisagem. Alguns planos abertos são bonitos, com uma paleta de cores frias e passando a falta de vida coerente com o que está sendo mostrado.

A direção não compromete, mas também não acrescenta muito para melhorar o longa, pois o suspense e o terror de fato não são bem aplicados. A Noiva poderia ser um bom filme de terror, a história era promissora, mas o roteiro e as atuações acabam comprometendo e a produção não acrescenta positivamente. Se trata de um longa ruim, que não passa tensão, muito menos medo, com um péssimo desenvolvimento de personagens.

Nota do crítico

Nota dos usuários

[Total: 1    Média: 2/5]

The following two tabs change content below.
Estudante de Jornalismo, formado em Programação. Fanático por Cinema, começou a gostar mesmo da sétima arte depois de velho. Estuda por conta própria e pretende seguir “carreira” como Crítico de Cinema.

Latest posts by Rafael Bernardes (see all)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *