Bode na Sala
Críticas Filmes

A Noiva | Crítica

Confira a opinião de Rafael Bernardes sobre esse terror russo!

A Noiva | Crítica

Resultado de imagem para a noiva posterA Noiva (Nevesta)

Ano: 2017

Roteiro: Svyatoslav Podgayevskiy

Direção: Svyatoslav Podgayevskiy

Elenco: Aleksandra Rebenok, Igor Khripunov, Miroslava Karpovich, Valeriya Dmitrieva, Vera Biryukova, Vyacheslav Chepurchenko

Criamos algumas expectativas neste ano com o cinema russo, primeiramente com Guardiões, filme de super-heróis que prometia ser uma versão soviética de Os Vingadores. O longa decepcionou. Então, surge um filme de terror, com um bom trailer. Os holofotes novamente se voltaram para a Rússia, por conta de A Noiva. Porém, como ocorreu no longa citado acima, o roteiro faz uma premissa interessante se tornar uma história fraca, sem desenvolvimento e peca fortemente na implementação da tensão.

A história nos mostra a vida de Nastya (Victoria Agalakova), que resolve viajar com seu marido para conhecer a família do rapaz. Inicialmente é mostrado o contexto histórico da trama, o que é bem realizado. Com isso, podemos ter noção do que vai acontecer futuramente. Ao chegar na casa, a mulher percebe que coisas estranhas estão acontecendo e fica incomodada o tempo inteiro, querendo voltar para o seu lar.

A mística em torno dos acontecimentos é ótima e a inclusão de uma cidade pequena como antagonista é bem feita no início, mas, como todo o filme, descamba no terceiro ato. O roteiro acaba se tornando o principal vilão dessa produção. Os personagens não são bem desenvolvidos, ninguém se salva. Furos são encontrados em praticamente todo o longa, além da quebra de verossimilhança constante. Decisões tomadas não fazem sentido com o que é proposto e o terror não funciona. Não há excesso de jump scares, mas a tensão que deveria conter se torna inexistente. Não dá medo!

As atuações também não contribuem. Aleksandra Rebenok interpreta Liza, que seria uma das ameaças à protagonista. Ela se torna o destaque negativo, não apresentando dramaticidade suficiente. Na verdade, a atriz parece conter apenas uma expressão durante toda a produção. Pontos positivos que podem ser destacados são: a ambientação e a fotografia. Quando a história se passa no passado a trama fica muito mais interessante, com uma bela paisagem. Alguns planos abertos são bonitos, com uma paleta de cores frias e passando a falta de vida coerente com o que está sendo mostrado.

A direção não compromete, mas também não acrescenta muito para melhorar o longa, pois o suspense e o terror de fato não são bem aplicados. A Noiva poderia ser um bom filme de terror, a história era promissora, mas o roteiro e as atuações acabam comprometendo e a produção não acrescenta positivamente. Se trata de um longa ruim, que não passa tensão, muito menos medo, com um péssimo desenvolvimento de personagens.

Nota do crítico

Nota dos usuários

[Total: 1    Média: 2/5]

The following two tabs change content below.
Jornalista, pretende seguir carreira como crítico de cinema. Gosta de dar opinião sobre tudo. Reside em Belém Novo, fim do mundo de Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close