Bode na Sala
Netflix Notícias Séries

House of Cards | Netflix discute a possibilidade de uma série derivada

Fim da série foi anunciado ontem

House of Cards | Netflix discute a possibilidade de uma série derivada

De acordo com uma matéria da Variety, a Netflix está considerando realizar um spin-off de House of Cards após o fim da mesma em 2018. A notícia vem logo depois do anúncio de que a 6ª temporada seria a última da série.

O site afirma que o serviço de streaming e executivos da Media Rights Capital iniciaram conversas para possíveis ideias de uma série derivada. A que tem sido mais considerada até o momento é a de que o spin-off seria focado no personagem Doug Stamper, chefe de gabinete de Frank Underwood (Kevin Spacey) que é vivido pelo ator Michael Kelly. A ideia está tão avançada que a Netflix já tem até um roteirista em mente: Eric Roth, que foi produtor executivo das 4 primeiras temporadas de HoC.

Há ainda outras duas fortes ideias sendo consideradas, mas não há informação de quem vai escrever os roteiros e nem detalhes da história, apenas que se passaria no mesmo universo da série-mãe.

Ainda não há confirmação de que haverá mesmo um spin-off. A única certeza até o momento é a de que a 6ª temporada irá dar um final para a série, anúncio este que veio no mesmo dia em que o protagonista Kevin Spacey dominou as redes sociais após ter sido acusado de assediar sexualmente o ator Anthony Rapp (que atualmente faz parte do elenco principal de Star Trek: Discovery) quando este tinha apenas 14 anos de idade, ao tempo em que Spacey aproveitou para se assumir publicamente como gay. Entenda o caso aqui.

Ainda não há previsão de lançamento da 6ª temporada e última temporada de House of Cards.

Quer ficar por dentro de todas as novidades sobre filmes e séries? Curta a nossa página no Facebook!

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close