Bode na Sala
Filmes Notícias

Channing Tatum desiste de dirigir filme devido ao escândalo de Harvey Weinstein

Estreia do ator na direção seria na adaptação do livro "Perdão, Leonard Peacock"

Channing Tatum desiste de dirigir filme devido ao escândalo de Harvey Weinstein

Há algum tempo, Channing TatumReid Carolin foram contratados para dirigir a adaptação de Perdão, Leonard Peacock, livro homônimo de Matthew Quick, autor de O Lado Bom da Vida. No entanto, ambos desistiram do projeto após as denúncias de assédio sexual envolvendo o produtor Harvey Weinstein.

O anúncio da desistência foi feito no perfil do Instagram de Tatum, que iria fazer sua estreia na direção.

A post shared by Channing Tatum (@channingtatum) on

“As bravas mulheres que tiveram a coragem de se levantar e falarem a verdade sobre Harvey Weinstein são nossas verdadeiras heroínas. Elas estão levantando os tijolos pesados que irão construir o mundo igualitário em que todos mereçam viver. Nosso projeto solitário em desenvolvimento com a TWC (The Weinstein Company) – o brilhante livro de Matthew Quick, ‘Perdão, Leonard Peacock’ – é a história de um garoto cuja vida mudou completamente após abuso sexual. Enquanto nós não estaremos mais no desenvolvimento deste ou de qualquer projeto que seja propriedade da TWC, nós somos lembrados de sua poderosa mensagem de superação frente à tragédia. Esta é uma oportunidade gigantesca para mudanças positivas, à qual nós nos comprometemos com orgulho. A verdade está aí – vamos continuar o que as nossas incríveis colegas começaram e eliminar o abuso da nossa cultura de criação de uma vez por todas.

– Chan e Reid”

Os direitos da adaptação continuam com a Weinstein Company, e ainda não há ninguém para dirigir o filme.

The following two tabs change content below.

João Vitor Hudson

João Vitor Hudson é um editor de vídeos que está se formando em Publicidade & Propaganda aos 21. Ama cinema desde quando desejava as férias escolares só pra assistir todos os filmes do Cinema em Casa e da Sessão da Tarde. Ainda não possui o hábito de ver filmes de terror e é um pouco leigo quando se trata de cinema nacional, mas é um carinha boa praça que não dispensa ver um filme. Fã confesso do Nolan, Aronofsky e da Pixar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *