Bode na Sala
Notícias Séries

13 Reasons Why | Estudo aponta que pesquisas sobre como cometer suicídio aumentaram após a série

13 Reasons Why | Estudo aponta que pesquisas sobre como cometer suicídio aumentaram após a série

13 Reasons Why estreou na Netflix em março deste ano e, de lá para cá, diversas discussões sobre os benefícios e malefícios da série foram levantadas. Alguns diziam que dava coragem para os jovens enfrentarem a depressão, outros falavam que poderia ser um gatilho para alguma decisão ruim.

Agora, no entanto, um estudo aponta que pesquisas relacionadas a suicídio aumentaram consideravelmente depois da série da Netflix. Utilizando a ferramenta de dados do Google, a pesquisa descobriu que houve um crescimento que gira em torno de 900 mil a 1,5 milhão de buscas nos 19 dias seguintes da estreia da primeira temporada.

O estudo foi publicado no jornal científico JAMA Inernal Medicine e foi feito pela San Diego State University Graduate School of Public Health. A pesquisa omite algumas buscas para ser mais precisa. Os números não consideram todas as buscas com “suicídio”, descartando, por exemplo, alguns termos que são relacionadas a Esquadrão Suicida e outros derivados.

Frases como “telefone de ajuda a pessoas com pensamento suicidas” e “prevenção de suicídio” tiveram um aumento de 12% a 23%. No entanto, buscas com as palavras “como cometer suicídio” subiram 26%, assim como pesquisas com a frase “como se matar”, que tiveram aumento de 9%.

Na publicação, os pesquisadores relatam:

“Embora seja encorajador que a visão da série colabore com uma maior conscientização sobre o suicídio e a prevenção do mesmo, o resultado da pesquisa respalda nossos piores medos: o seriado pode ter inspirado muitos jovens a agir e saber mais sobre seus pensamentos suicidas; chegando até a procurarem informações sobre como suicidar-se”.

Apesar de não ser possível relacionar o grande aumento nas pesquisas com tentativas legítimas de suicídio, os autores e médicos por trás do estudo clamam para que a Netflix seja mais responsável e faça mudanças na primeira temporada, além de repensar no desenvolvimento do segundo ano.

“Nós estamos pedindo para a Netflix remover o seriado e editar o conteúdo para se alinhar com os padrões da Organização Mundial de Saúde. Além disso, a segunda temporada e todas as mídias relacionadas ao suicídio tem que ser submetidas a testes antes da liberação ampla para o público”, enfatizam os pesquisadores.

Ao site Mashablea Netflix falou sobre o estudo e disse que o seriado provocou diversas discussões sobre o tema.

“Nós sempre acreditamos que esta série aumentaria a discussão em torno deste assunto difícil. E este estudo muito interessante e quase experimental confirma isso. Estamos ansiosos para realizar mais pesquisas e levaremos tudo o que aprendemos para as preparações da temporada 2”, disseram os responsáveis pelo serviço de streaming.

13 Reasons Why gira em torno da morte de Hannah Baker, uma jovem que antes de cometer suicídio gravou 13 fitas que explicam as razões para sua decisão. Todos os episódios da série estão disponíveis na Netflix. A segunda temporada não tem data de estreia definida, mas deve chegar à plataforma de streaming em 2018.

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close