Bode na Sala
Críticas Séries

Game of Thrones – 7×02: Stormborn | Crítica

Game of Thrones – 7×02: Stormborn | Crítica

Game of Thrones – 7ª Temporada

Ano: 2017

Criadores: David BenioffD.B. Weiss

Elenco: Peter DinklageKit Harington, Emilia ClarkeLena HeadeyNikolaj Coster-WaldauSophie TurnerMaisie Williams

O segundo episódio da sétima temporada, intitulado “Stormborn” mostra que mesmo sem ter pressa, a série também não tem tempo a perder. O ritmo das cenas é o mesmo que já nos acostumamos a ver nas primeiras horas da produção. Amarração de pontas, desenvolvimento de personagens, introdução de fatos. O ponto é que mesmo com essas intenções, presenciamos cenas impactantes e decisões tomadas por personagens que provavelmente terão grande impacto no futuro da temporada.

A montagem segue concisa, passando pelos núcleos destacando cada um com o tempo certo em tela. Destaque para um corte executado de forma espetacular, quando sai de uma cena tensa e um tanto nojenta para um momento tranquilo e que acaba sendo ilusório em relação ao que estava sendo apresentado anteriormente.

A história é muito bem desenvolvida e mesmo com um ritmo razoavelmente lento, coisas importantes vão acontecendo em todos os núcleos. Jon Snow (Kit Harington) toma decisões essenciais para o andamento da trama. Diálogos impactantes envolvendo Daenerys (Emília Clarke) em Pedra do Dragão e decisões importantes tomadas por ela. Arya Stark (Maisie Williams) em um dos momentos mais delicados e sensíveis da série, desenvolvendo ainda mais a personagem e amarrando pontas soltas de temporada anteriores.

Nesse episódio conseguimos presenciar relacionamentos, desentendimentos, decisões, mortes e nenhuma dessas coisas atropelou a outra, foi tudo no tempo certo. A qualidade de Game of Thrones fica cada vez melhor a cada temporada. As cenas de luta são boas, mas ocorreram algumas incongruências, que acabam estragando um pouco a experiência dos espectadores atentos (principalmente os leitores da obra de Martin). Mas já devemos estar acostumados com isso, na série nem tudo faz sentido e mesmo com problemas, momentos contestáveis serviram para extinguir problemas antigos, como personagens desnecessários ou que foram apresentados de forma indevida.

A expectativa que fica depois de “Stormborn” é que os demais episódios mantenham a qualidade e o ritmo, não acelerando demasiadamente, mas desenvolvendo a história e mostrando acontecimentos de grande importância. Com menos de seis horas restantes para o fim da temporada, é difícil ficar com a expectativa baixa e sem esperar por cenas de ação e muitas mortes, mas não esquecendo do jogo político que permeia Westeros e deixa o clima extremamente tenso.

Nota do crítica:

Nota dos usuários:

[Total: 4    Média: 5/5]

The following two tabs change content below.
Jornalista, pretende seguir carreira como crítico de cinema. Gosta de dar opinião sobre tudo. Reside em Belém Novo, fim do mundo de Porto Alegre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close