Bode na Sala
Filmes Notícias

Não é bem assim… Entenda a polêmica diferença salarial entre Gal Gadot e Henry Cavill

Não é bem assim… Entenda a polêmica diferença salarial entre Gal Gadot e Henry Cavill

A suposta diferença salarial entre Gal Gadot, a Mulher-Maravilha, e Henry Cavill, o Superman, tomou a internet nessa semana. A revista Elle publicou, de maneira equivocada, na última segunda-feira, 19, que o cachê de Cavill por Homem de Aço seria 46 vezes maior que o de Gadot em Mulher-Maravilha. No entanto, o que parece ser mais um caso de disparidade salarial por gênero, que já comum em Hollywood, é mais complexo do que isso.

De acordo com a Vanity Fair, atriz israelense revelou, em 2014, que recebeu U$ 300 mil por seu papel em cada um dos filmes que a heroína aparece: Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Mulher-Maravilha e Liga da Justiça. Já o artigo da Elle sugere que Homem de Aço, de 2013, rendeu US$ 14 milhões a Cavill. O fato é que esse valor inclui todos os bônus pela performance do filme nas bilheterias. A revista não revelou o salário-base de Cavill.

Por sua vez, o valor faturado por Gal corresponde apenas o que foi acordado como salário-base para cada filme — ou seja, sem os ganhos extras que a atriz receberá pelo ótimo desempenho nas bilheterias que Mulher-Maravilha está tendo. Em três semanas em cartaz, foram US$ 573 milhões. Caso Gal tenha assinado um contrato parecido com o de Cavill, ela pode receber até mais do que ator, se o novo filme da DC tiver um faturamento maior do que os US$ 668 milhões de Homem de Aço.

Um salário relativamente baixo não é uma prática incomum no mundo dos filmes de super-herói, visto que os atores recebem participação nos lucros dos filmes. Chris Evans, Chris Hemsworth e Robert Downey Jr., por exemplo, receberam menos de US$ 500 mil nos primeiros longas de Capitão América, Thor e Homem de Ferro. Atualmente, os três estão entre os maiores salários da indústria cinematográfica.

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 26 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close