Bode na Sala
Notícias Séries

3% é a série de língua não-inglesa da Netflix mais assistida nos EUA

3% é a série de língua não-inglesa da Netflix mais assistida nos EUA

3%, a primeira série brasileira original da Netflix, está mandando bem mundo afora. Segundo um comunicado oficial do serviço de streaming, a produção brasileira é a série de língua não-inglesa mais vista dentro dos Estados Unidos. E, mais do que isso, considerando as horas assistidas, metade da audiência de 3% vem de outros países que não o Brasil.

Erik Barmack, vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix, disse ao Estado de São Paulo que o programa possui uma trama capaz de gerar empatia de diferentes públicos ao redor do mundo.

A série foi amplamente vista fora do Brasil em diversos países, o que nos mostra que há sempre um público para uma grande narrativa, seja com conteúdo produzido nos Estados Unidos, Brasil, Singapura, Austrália, Índia ou no Oriente Médio. O sucesso da série em todo o mundo nos levou a confirmar a segunda temporada assim que a série foi lançada. Os produtores, diretores e elenco brasileiros de 3% construíram uma série atraente que questiona a dinâmica da sociedade ao colocar os personagens em um processo de sobrevivência cruel para chegar ao ‘outro lado’”, destacou Barmack.

Lançada em 25 de novembro do ano passado para mais de 190 países, a série tem sido assistida por assinantes do mundo todo, registrando um bom desempenho nos EUA, Austrália, Canadá, França, Itália, Coréia do Sul e Turquia. Mesmo com críticas negativas no Brasil, diversos veículos internacionais elogiaram a produção.

“A primeira série original brasileira da Netflix pode ser considerada parte do seleto grupo de produções nacionais que impactaram públicos globais”, disse o serviço de streaming.

A segunda temporada da série dirigida por Cesar Charlone e escrita por Pedro Aguilera já está garantida, mas ainda sem data de estreia. A trama se passa em um futuro distópico onde somente 3% da população tem acesso a recursos e serviços de qualidade. Bianca Comparato, João Miguel, Michel Gomes, Vaneza Oliveira e Rodolfo Valente estrelam a atração.

Confira a nossa crítica de 3% aqui.

The following two tabs change content below.
Jornalista e radialista, é um dos fundadores do Bode na Sala. Tem 25 anos, se orgulha de ter nascido em São Borja, no interior do Rio Grande do Sul, e, atualmente, mora em Porto Alegre. Trabalhou em todas as áreas que se pode imaginar, mas acabou caindo no submundo geek. É fã do Jim Carrey, acha que o Ben Affleck é o melhor Batman do cinema, não suporta pseudo-cultismo e pretende dominar o mundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *